10 bibliotecas mais importantes da antiguidade

TOP 10 – Você sabe dizer qual foi a primeira biblioteca do mundo? E qual delas é considerada hoje a mais importante? Bibliotecas sempre fizeram parte da história da humanidade, elas existem há bastante tempo. Selecionamos 10 monumentos do conhecimento que foram centros de cultura no passado, e que ainda hoje fascinam as pessoas que amam livros e história.

 

COMPRE O LIVRO – Bibliotecas no Mundo Antigo

 

1. Biblioteca de Níniveantigo1
(Foto: Por , CC BY-SA 3.0)

IRAQUE – Erguida em Nívine no século 7 A.C., é considerada a primeira biblioteca do mundo. Foi construída pelo rei Assurbanipal II, e guardava um acervo de 25 mil placas de argila com textos em cuneiforme. Uma das obras mais importantes era a Epopeia de Gilgamesh (foto), uma das primeiras que se têm notícia da literatura mundial. A cidade de Nínive foi destruída em 612 A.C.
 

 

2. Biblioteca de Alexandriaantigo2

EGITO – Possivelmente a mais importante da história, foi destruída por um ou vários incêndios (as duas versões são sustentadas por historiadores). Acredita-se que a biblioteca guardava cerca de 700 mil rolos de papiro e pergaminhos, e que conservava as principais obras da antiguidade como documentos de Euclides, Arquimedes e Ptolomeu, entre outros. Alexandria era a cidade cultural mais importante entre os séculos III a.C. e IV d.C.
 

 

3. Vila dos Papirosantigo3
(Por Erik_Anderson, CC BY-SA 3.0, Commons Wikimedia)

ITÁLIA – Situada em Herculano, acredita-se que a Vila dos Papiros pertenceu ao sogro de Júlio César. Ficava bem próxima ao vulcão Vesúvio e foi enterrada pelas cinzas da erupção que devastou a região no ano de 79. Em 1754, foram descobertos cerca de 2000 rolos de papiro carbonizados onde ficava a biblioteca. Recentemente, cientistas descobriram uma maneira de ler os papiros queimados usando a tecnologia de raio-x de tomografia com contraste.
 

 

4. Biblioteca de Pérgamoantigo5

TURQUIA – Foi fundada no período helenístico, na antiga cidade de Pérgamo (hoje Bergama), berço do pergaminho. Acredita-se que abrigava 200 mil volumes, entre eles os manuscritos de Aristóteles. Segundo consta, Cleópatra teria recebido todos os volumes da biblioteca de presente de casamento de Marco Antônio, transferindo-os para a Biblioteca de Alexandria. Poderosa, não?
 

 

5. Biblioteca da Universidade de Nalandaantigo5
(Foto: Vu2sga, CC BY-SA 3.0)

ÍNDIA – Situada em Bihar, capital da Índia Oriental, é considerada a universidade mais antiga do mundo e foi um importante centro de estudos budista. Havia três grandes bibliotecas no local, a Ratnasagara, a Ratnaranjaka e a Ratnodadhi, que comportavam 9 milhões de volumes. A universidade foi erguida em 5 DC e destruída por um exército em 1193. Hoje só restam as ruínas.
 

 

6. Casa da Sabedoriaantigo6

IRAQUE – Inspirada na universidade persa de Jandaisapur, foi um importante núcleo intelectual e científico antigo, além de ser um centro de traduções. Situada em Bagdá, foi fundada pelo califa Harune Arraxide no início do século IX. No lugar, fazia-se a recuperação, cópia e difusão de textos sobre filosofia, ciência e astronomia. Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre a Casa da Sabedoria, dê uma espiadinha nesse livro.
 

 

7. Biblioteca Imperial de Constantinopla
antigo7

TURQUIA – A maioria dos clássicos gregos que conhecemos hoje em dia são graças às cópias originárias da Biblioteca Imperial de Constantinopla. Fundada pelo Rei Constâncio II entre 337 e 361 DC, o lugar armazenou documentos dos antigos romanos e gregos por 1.000 anos após a destruição da Biblioteca de Alexandria. Ficava na atual Istambul, mas foi destruída na época das Cruzadas, no século XIII. Foi a última das grandes bibliotecas da antiguidade.
 

 

8. Biblioteca Apostólica Vaticanaantigo8

(Foto: Maus-Trauden, C BY-SA 3.0)

ITÁLIA – Fundada por Nicolau V em 1450, acumulou trabalhos teológicos, Bíblias e clássicos em grego e latim, além de reunir as coleções das bibliotecas dos Papas anteriores a esse período. Reúne atualmente milhões de documentos da humanidade como livros, manuscritos, incunábulos, objetos, moedas, medalhas, gravuras e desenhos. Apenas pesquisadores e pessoas credenciadas têm acesso ao conteúdo dos documentos, porém, milhares de arquivos foram digitalizados e estão disponíveis online.
 

 

9. Biblioteca Palafoxianaantigo9
(Foto: Grupo NVI)

MÉXICO – Ok, está não é uma biblioteca lá tão antiga. Mas merece entrar na nossa lista pois é considerada uma dos primeiros grandes acervos da América. A Palafoxiana fica na cidade mexicana de Puebla, e foi fundada em 1646 pelo bispo Juan de Palafox y Mendoza. Agrupa 41 mil livros e manuscritos, sendo que os mais antigos são datados do século 15.
 

 

10. Biblioteca do Mosteiro de São Bento
(Foto: Ginapsi’s blog)

BRASIL – Não somos um país tão antigo assim, mas também temos bibliotecas históricas. Fundada em 1582, na Bahia, a Biblioteca do Mosteiro de São Bento é a mais antiga do Brasil e reúne obras raras dos séculos XVI, XVII, XVIII e XIX. Com acervo de 60 mil volumes, a biblioteca é tombada pelo Patrimônio Histórico Artístico Nacional. Sessenta obras do acervo já foram digitalizadas, entre elas a coleção “Obras Completas de Luiz de Camões” e “Cartas Selectas”, de Padre Antônio Vieira (1856), e podem ser lidas online para quem tiver interesse.

Compartilhe aqui!
  • 2
    Shares

3 comentários em “10 bibliotecas mais importantes da antiguidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.