Os detetives glutões da literatura

Screencapa

ScreenHunter_1090 Aug. 01 15.18HORA DA BÓIA – Solucionar mistérios dá uma fome danada, né? Há detetives na literatura policial que desvendam crimes e devoram banquetes com o mesmo apetite. São conhecidos como detetives gourmets, e aparecem em histórias onde a comida é um elemento importante para impulsionar as caçadas investigativas.

Personagens como Nero Wolfe (de Rex Stout), Salvo Montalbano (de Andrea Camilleri) e Pepe Carvalho (de Manuel Vázquez Montalbán) são fãs de comida em tempo integral e conhecem uma variedade de pratos sofisticados e populares, alguns sabem cozinhar receitas mais elaboradas, outros tem até um chef pessoal a sua disposição. Kay Scarpetta por exemplo, a médica-legista criada por Patricia Cornwell para sua famosa série policial, tem ascendência italiana e é chegada em molhos, massas, pães e muito azeite de oliva. Frequentemente, é a comida que dá aquele tempero terapêutico nos seus dias mais agitados de perseguição a serial killers.

Quer conhecer mais sobre o universo dos detetives bom de garfo? Então confira a matéria da The President assinada pelos dos colunistas do literaturapolicial.com, Ana Paula Laux e Rogério Christofoletti, para a edição de 6 anos da revista. E bon appétit!
x

(Ilustração: Rafael Alves)

Compartilhe aqui!
  • 6
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal assinar a nossa newsletter?

Holler Box