VÍDEO | O demônio na cidade branca, de Erik Larson

O PRIMEIRO SERIAL KILLER DOS ESTADOS UNIDOS – Em ‘O demônio na cidade branca’, Erik Larson relaciona dois eventos marcantes que aconteceram no final do século 19 nos Estados Unidos: a Grande Exposição de Chicago, em 1893, e a descoberta de um dos piores serial killers daquela época.

x

Assista a resenha em vídeo

Título: O demônio na cidade branca
Autor: Erik Larson
Tradutor: Berilo Vargas
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Este livro no Skoob

SINOPSE – No final do século XIX os Estados Unidos eram uma nação jovem e orgulhosa, ávida por afirmar seu lugar entre as maiores potências mundiais. Nesse contexto, a Feira de Chicago de 1893 teve papel fundamental: com o objetivo de apresentar a maior e mais impressionante exposição de inovações científicas e tecnológicas já idealizada, coube ao arquiteto Daniel Burnham, famoso por projetar alguns dos edifícios mais conhecidos do mundo, a difícil tarefa de transformar uma área desolada em um lugar de magnífica beleza: a Cidade Branca. Reunindo as mais importantes mentes da época, Burnham enfrentou o mau clima, tragédias e o tempo escasso para construir a enorme estrutura da feira.

A poucas quadras dali, outro homem igualmente determinado, H. H. Holmes, estava às voltas com mais uma obra grandiosa, um prédio estranho e complexo. Nomeado Hotel da Feira Mundial, o lugar era na verdade um palácio de tortura, para o qual Holmes atraiu dezenas, talvez centenas de pessoas. Autor de crimes inimagináveis, ele ficou conhecido como possivelmente o primeiro serial killer da história americana.

ana2

Compartilhe aqui!

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

Um comentário em “VÍDEO | O demônio na cidade branca, de Erik Larson

  • dezembro 5, 2017 em 4:59 pm
    Permalink

    Em um dos capítulos exibidos pelo canal ID, ficou claro se tratar também de um homem terrivelmente sedutor, pois atraia mulheres jovens e bonitas em busca de emprego, as deixava fascinadas pela sua inteligência e poder, para depois mata-las, tão logo se cansasse delas, ou surgisse uma próxima vítima. Chegou ao ponto de seduzir e roubar a esposa de um funcionário, convencendo-o posteriormente a abandonar a casa, deixando a esposa para trás, em troca da posse de uma joalheria, que na verdade estava falida.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal assinar a nossa newsletter?

Holler Box