Esposa do detetive Maigret não quer mais saber de lavar panelas

ADEUS PANELAS – Nas histórias do clássico detetive Maigret, criação do belga Georges Simenon, a esposa do policial é uma dona de casa pacata que passa a vida cuidando das necessidades do marido, das refeições e dos afazeres domésticos no aconchegante apartamento da Boulevard Richard-Lenoir, em Paris. Seu primeiro nome é Louise, embora Maigret geralmente a chame apenas por Madame Maigret. Ela raramente se envolve com as questões de trabalho do marido e está sempre disponível a ajudá-lo de forma muito solícita.

Em Chez Mme Maigret (Editora Global, 2011), Renata Pallottini decidiu dar um pouco de ação à rotina entediante de Louise, tornando a vida da então viúva do comissário Jules Maigret bem mais interessante. Na trama, Louise tem a oportunidade de investigar um caso em que o marido trabalhava e em cujas circunstâncias ela havia involuntariamente se envolvido. De coadjuvante, Louise Maigret tornou-se a protagonista de um romance policial, afinal de contas, experiência ela tem de sobra.
x

(IMAGEM: Musa Rara)

x
Renata Pallottini é dramaturga, ensaísta, poetisa e tradutora brasileira e é natural de São Paulo. Em outubro deste ano, ela recebeu o Troféu Juca Pato pelo livro ‘Poesia não vende’ e também pelo conjunto da obra.
x

Compre o livro aqui


Chez Mme Maigret

Compartilhe aqui!
  • 38
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.