Breaking Bad: Livro oficial | Tão essencial como a tabela periódica

Por Luciana da Cunha – Como a história de um professor de química diagnosticado com câncer pode ter causado uma comoção mundial? Se você assistiu a série Breaking Bad, transmitida entre os anos de 2008 e 2013 pode até ter uma ideia, mas talvez não tenha se atentado a todos os detalhes da resposta para esta pergunta.

Chegou ao Brasil o livro oficial da série, publicado pela Darkside Books em uma edição digna de coleção para fãs da série ou de televisão em geral. Mais do que um apanhado de curiosidades, o livro escrito e organizado pelo crítico de cinema David Thomson é uma dissecação de diversos aspectos técnicos que fizeram com que a série de Vince Gilligan revolucionasse a forma de se fazer TV.

Pra quem não conhece a série, ela se trata da história de Walter White (Bryan Cranston), um professor de química de meia idade que descobre que tem um câncer e pouco tempo de vida. Com uma esposa e dois filhos em casa (um adolescente com problemas de locomoção e uma menina que está para nascer), ele resolve juntar dinheiro para a sua família de uma forma bem inusitada: cozinhando metanfetamina com seu ex-aluno problemático Jesse Pinkman (Aaron Paul).

 

 Mas afinal, o que fazia de Breaking Bad uma série tão genial? Logo na introdução do livro o autor já dá diversas pistas, que vão desde o contexto histórico dos Estados Unidos quando a série foi lançada até a transição de gêneros narrativos que compõem a trama da série: faroeste, filmes de gângster e até comédia com humor mais sombrio, pra citar apenas os principais.

 

Como eu falei, esta é apenas a introdução do livro. O que as páginas seguintes trazem é uma análise bem detalhada, apoiada por entrevistas com o criador da série Vince Gilligan, de como cada elemento da produção contava uma história: desde a fotografia até a utilização de cores, caracterização de personagens, trilha sonora e até mesmo os enquadramentos criativos feitos a partir de objetos. Praticamente nenhum detalhe é deixado de lado aqui.

O legal de conhecer um pouco mais sobre os bastidores da série é ver como a história seguiu um curso que nem os próprios produtores e roteiristas imaginavam. Isso fica claro quando Gilligan comenta que Jesse provavelmente não passaria da primeira temporada e que as famosas cenas de destroços na piscina dos White eram aleatórias até eles surgirem com a ideia do acidente de avião absolutamente conectado às ações de Walter White.

A verdade é que Breaking Bad passou de uma aposta incerta para fenômeno mundial ao longo de cinco temporadas que retratam um ano na vida de Walter White. O que também contribui para a impecabilidade da série é saber a hora de parar: no auge da audiência e do prestígio da crítica a série chegou ao seu fim. Não deu tempo do roteiro azedar ou dos personagens se tornarem previsíveis, tudo aconteceu no tempo certo e da forma que deveria ser.

Para os fãs da série, o livro é mais do que obrigatório não apenas pelo seu conteúdo, mas pela forma caprichada com que foi editado: capa dura, muitas MUITAS fotos e uma diagramação que ajuda bastante a leitura (dá pra ler as mais de 200 páginas brincando). Até para quem não era muito fã, é grande o risco de você querer reassistir tudo e prestar atenção em cada detalhezinho citado no livro.

[Imagens: Luciana da Cunha]

Título: Breaking Bad – O livro oficial
Autor: David Thomson
Editora: Darkside Books
Páginas: 224
Este livro no Skoob

SINOPSE – Em Breaking Bad: O Livro Oficial, você vai conhecer os segredos de Walter White que nem mesmo o cunhado dele, o policial da Narcóticos Hank Schrader, foi capaz de descobrir. O livro vem com depoimentos do elenco e da equipe; segredos por trás das câmeras; sinopses dos 62 episódios; citações matadoras; perfis dos inesquecíveis personagens; plantas-baixas de cenários e locações; a coleção dos veículos usados em cena; reprodução de materiais promocionais e colecionáveis, além de mais de trezentas fotos oficiais, muitas delas inéditas. Com exceção da fórmula secreta dos cristais azuis de Heisenberg, não falta mesmo nada. E nem poderia ser diferente. O grande trunfo de Breaking Bad: O Livro Oficial é ter sido desenvolvido com a supervisão do próprio criador da série, o showrunner Vince Gilligan, que concedeu uma extensa e minuciosa entrevista ao autor do livro, David Thomson. Juntos, como White e Pinkman, eles analisaram todos os componentes que fizeram do programa um verdadeiro marco nesta nova Era de Ouro das séries de tv. A química entre Gilligan e Thomson rolou perfeitamente. E pode ter certeza: não foi do mal.

Compartilhe aqui!
  • 22
    Shares

Luciana da Cunha

Jornalista em Blumenau, desde os 15 anos se aventura pela blogosfera. Cinéfila desde a sua primeira VHS da Disney, escreve sobre o tema há nove anos. Descobriu a paixão pela literatura com romances policiais, mas hoje lê um pouco de tudo - principalmente tudo aquilo que vai parar nas telonas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal assinar a nossa newsletter?

Holler Box