3 livrarias que eu já conheci e 3 que ainda quero conhecer

Por Ana Paula Laux – Se tem uma coisa que eu gosto de conhecer são livrarias. Grandes, pequenas, temáticas, escondidas, a vontade de visitar pode ter vários motivos. Visitas a livrarias interessantes, clássicas e diferentes sempre fazem parte dos meus roteiros de viagem.

Pensando nisso, achei legal escrever esse post e reviver momentos incríveis que passei em três livrarias pelo mundo. E aproveitando para pensar nas três que ainda quero visitar nessa encarnação. Você gosta de conhecer livrarias?

 

1. El Ateneo, Buenos Aires

Uma das livrarias mais lindas que já visitei foi a El Ateneo, em Buenos Aires. Ela foi inaugurada em 1919 e mantém um aspecto clássico e único. O edifício foi um teatro chamado Grand Splendid, tem muitos afrescos de tirar o fôlego e parece envolta numa luz surreal. É realmente deslumbrante e uma parada obrigatória para fãs de livros (e lugares bonitos) em Buenos Aires. Leia mais sobre El Ateneo no post da colunista Luciana da Cunha.

 

2. Acqua Alta, Veneza

Em janeiro de 2017 visitei a livraria mais famosa de Veneza, a Acqua Alta. É na verdade um sebo misturado com livraria, tem vários livros empilhados por todos os cantos e fica num lugar bem escondidinho entre as vielas da cidade (foi difícil achar porque as vias venezianas são confusas, mas persistimos e vencemos!). Os livros ficam principalmente em estantes e gôndolas e são de vários gêneros. Na parte dos fundos, livros danificados ficam empilhados num muro formando os famosos degraus pelos quais o lugar é conhecido (tem que tirar foto!). E na hora de pagar a gente tem que passar pelos olhos atentos da Tigra, a gata maravilhosamente carismática acima, que eu consegui clicar enquanto ela me dava uma geral perto do caixa. Para conhecer mais sobre essa visita (e a Tigra), dá uma lida nesse post que eu escrevi sobre a minha visita à livraria.

 

3. Livraria Cultura, São Paulo

A primeira vez que entrei na Livraria Cultura da Avenida Paulista fiquei impressionada com o tamanho e com a decoração central, com aquilo que achei ser um dinossauro gigante pendendo do teto (meu filho adorou!), muitos puffs para sentar e ler, inúmeras estantes com os mais variados gêneros disponíveis. Pode ser que quem more em São Paulo já tenha se acostumado, mas sempre que visito a cidade e volto a essa livraria me sinto encantada com o lugar. É praticamente um shopping para quem ama livros, com 3 andares de produtos e um teatro no último andar. Gostei principalmente de ver as pessoas sentadas em puffs lendo. A gente se sente em casa.

 

3 livrarias lindas que quero conhecer

 

1. Shakespeare & Company, Paris

Eu tenho uma vontade especial de conhecer a Shakespeare & Company por ser uma livraria clássica, onde vários escritores famosos passaram, onde as paredes já presenciaram muita história. Fica em Paris e era na verdade duas livrarias, sendo que a primeira foi aberta em 1919. Gente como Hemingway e James Joyce comprava livros lá, sem contar que o lugar já é um ponto turístico da cidade porque costuma aparecer em vários filmes também. É praticamente impossível deixar essa visita de lado.

 

2. Lello, Porto

Jamais visitei Portugal mas, quando for, não será só Lisboa que vou querer conhecer. A Lello, que deve ser uma das livrarias mais famosas do mundo, fica na cidade do Porto e funciona num prédio de estilo neogótico que data do começo do século 20. Além de ser linda por fora e por dentro ela também é conhecida como a “livraria do Harry Potter”, porque a escritora JK Rowling morou por um tempo em Porto e se inspirou nas escadarias da livraria para criar cenários de Hogwarts. Imagina se não devem ter centenas de fãs querendo tirar fotos na tal escadaria diariamente?

 

3. Mysterious Bookshop, Nova York

Acho que essa é uma das livrarias mais famosas do mundo para quem gosta de livros de suspense. Não é gigantesca como El Ateneo ou Lello – inclusive é uma livraria independente – , mas é temática. A Mysterious Bookshop é completamente especializada em ficção policial, de espionagem, de crime e todos os seus derivados possíveis, além de ter a maior coleção de títulos de Sherlock Holmes no mundo (eu imagino que estejam dispostos só para a gente olhar e ficar babando). Seu dono é Otto Penzler, nome conhecido no mercado editorial e grande incentivador da literatura de gênero.

 

Compartilhe aqui!
  • 50
    Shares

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

2 comentários em “3 livrarias que eu já conheci e 3 que ainda quero conhecer

Deixe uma resposta

Assine a news

Lançamentos, resenhas e curiosidades sobre livros de suspense e mistério. É só assinar a news do Literatura Policial :)

* indicates required
Holler Box
%d blogueiros gostam disto: