A Era dos Mortos é impiedosa e não poupa ninguém

Por Ana Paula Laux – Um apocalipse zumbi na Terra culminou na transformação de quase todos os seres humanos em mortos-vivos. Células de sobreviventes se espalharam por cidades do Brasil, com a colônia mais populosa se fixando em Ilhabela, aquele simpático arquipélago no litoral de São Paulo onde muita gente passa despreocupadamente as férias. Além de lutar contra monstros decompostos comedores de cérebro, sobreviventes que não se renderam ao governo oficial serão caçados pelo líder da colônia, um homem impiedoso e cruel que ceifa vidas com a facilidade com que se troca uma meia.

Os humanos podem ser piores, muito piores, que zumbis desgarrados de vida vagando por cidades abandonadas. A sinopse de “A Era dos Mortos” (Livro cinco, parte 1), de Rodrigo de Oliveira, não mente. É uma história impactante sobre a natureza autodestrutiva do ser humano (mais conhecido como nós mesmos) na eterna ânsia pelo poder e controle das espécies.Nenhum personagem está a salvo, não há heróis despontando no último segundo, não há suavizações, não há intocáveis, não há final feliz. Quando você acha que o pior não vai acontecer, acontece.

 

 

O fato da história se passar no Brasil a aproxima do leitor. Logo no início, estamos num lugar chamado Morro da Boa vista, local com 1.200 metros de altitude em Santa Catarina que abriga um grupo de sobreviventes do apocalipse zumbi. Cidades como Brasília e Florianópolis fazem parte da rota dos eventos, bem como as paulistas Ilhabela e Caraguatatuba.

 

E os humanos descobrem que a pior desgraça não são os zumbis…

 

O autor levanta uma questão pontual sobre estupro e sobre a necessidade de se denunciar esta violência sexual tão generalizada. Segundo Oliveira, em 2015 houve 45.460 casos de estupro ou de tentativa de estupro notificados no Brasil, com 70% das vítimas sendo crianças ou adolescentes, uma realidade que precisa desesperadamente mudar.

O livro é a continuação de uma série, o que significa que muita água já passou debaixo dessa ponte. Apesar disso, é perfeitamente possível compreender a história sem ler os livros anteriores (mas para quem não gosta de spoilers, é melhor começar pelo começo mesmo).

Os protagonistas dessa saga, Sarah e Fernando, são atraentes e bem construídos e devem decidir o destino da humanidade na parte 2 de “A Era dos Mortos”, uma ótima história apocalíptica que se assemelha cada vez mais à realidade dos nossos tempos. Veja aqui os outros livros da série de Rodrigo de Oliveira

COMPRE AQUI – A Era dos Mortos – Parte I

Título: A era dos mortos  – Livro 5 (Parte 1)
Autor: Rodrigo de Oliveira
Editora: Faro Editorial
Páginas: 208
Este livro no Skoob

SINOPSE – E os humanos descobrem que a pior desgraça não são os zumbis…Vários anos se passaram desde que Uriel, agindo como um tirano, assumiu o controle da maior colônia de sobreviventes do apocalipse zumbi na Terra. Ivan, Estela e quase todos os seus aliados estão mortos. Do grupo original, apenas Isabel, Mariana e alguns poucos conseguiram escapar de Ilhabela. E a cada dia, a fome de poder de Uriel e de seu filho, Otávio, aumenta, tornando a vida dos sobreviventes ainda mais penosa. O trabalho escravo se torna a regra A cobrança de mais e mais tributos e a imprevisibilidade do poder central mantêm todos em constante alerta. Otávio, que passou anos realizando pesquisas médicas, finalmente consegue um meio de controlar os bersekers, os zumbis monstruosos, transformando-os em cães de caça. É a sua forma de assegurar a permanência no comando da comunidade, mas também de destruir, pelo medo, qualquer intenção de resistência. Então, ele produz algo ainda pior, uma criatura feroz e diabólica com o poder de destruição em massa. Há muito em jogo. O governo central ainda considera Isabel uma grande ameaça, seja viva, ou morta-viva, o que poderia transformá-la numa nova Senhora dos Mortos. Mas, duas crianças chamam a atenção de Isabel que decide prepará-las para batalhas ainda mais sangrentas. Serão elas a esperança para o fim daquela era de medo e destruição? A derradeira batalha está para começar, mas os inimigos, humanos e zumbis, também têm suas surpresas. Sejam bem-vindos a uma nova era de horror e violência. Esta é… a Era dos Mortos.

Compartilhe aqui!
  • 11
    Shares

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *