Autora canadense de mistério tem 6 milhões de livros vendidos

Via Seattle Times – Ela já publicou 13 romances policiais e vendeu 6.3 milhões de exemplares no mundo, mas seu primeiro livro, Still Life, foi rejeitado por 50 editoras até encontrar o caminho do sucesso. Inédita no Brasil, a canadense Louise Penny mora em Knowlton, uma cidadezinha de pouco mais de 5 mil habitantes no Quebec. É lá que cria histórias obscuras e cheias de mistério com mortes por eletrocução e golpes mortais na cabeça.

Sua cidade inspirou a fictícia Three Pines, cenário dos livros protagonizados pelo Inspetor- Chefe Armand Gamache. As tramas são permeadas pela história canadense, fato que lhe rendeu uma quantidade de leitores fanáticos e originou roteiros literários inspirados nas tramas. Em termos de popularidade, há quem compare seu detetive com o icônico Hercule Poirot, de Agatha Christie.

 

 

Antes de se dedicar à literatura, ela foi radialista por 18 anos em Winnipeg, Manitoba; Thunder Bay, Ontário; Montreal e Quebec. Em entrevista ao jornal Seattle Times, a autora revelou que se voltou para o álcool para ajudá-la a lidar com uma solidão que a atormentava desde a adolescência, e aos 35 anos de idade havia contemplado o suicídio. “Desenvolvi uma visão de mundo insalubre, que é que o mundo é um lugar assustador, cheio de pessoas que querem ou são capazes de fazer mal”, disse ela. “Eu sei o que é se odiar tanto que você tem que se matar. Sair do outro lado me deu uma crença profunda de que a bondade existe”. Essa percepção, ela disse, tornou-se o fio condutor de seus livros.

Próxima dos 40 anos, estava decidida a escrever “o maior romance histórico de todos os tempos” mas sofreu cinco anos de bloqueio criativo. Até que um dia olhou para sua mesa de cabeceira, cheia de livros de Agatha Christie e Dorothy L. Sayers, e se decidiu por escrever um romance policial com o detetive que viria a se chamar Gamache.

Com livros publicados em 25 idiomas, Louise Penny revelou em entrevista que seus romances policiais “são cartas de amor a Quebec”. Ela escreve um romance policial por ano e já ganhou vários prêmios literários do gênero, como o Agatha Award e o Anthony Award na categoria melhor livro.

 

Confira a sinopse de Still Life (2006), primeiro livro com o Inspetor Gamache

A descoberta de um cadáver na mata no fim de semana do Dia de Ação de Graças traz o inspetor-chefe Armand Gamache e seus colegas da Surete du Quebec para uma pequena vila de Eastern Townships. Gamache não consegue entender por que alguém iria querer matar a querida artista Jane Neal, especialmente qualquer dos moradores de Three Pines – um lugar tão livre do crime que nem sequer tem sua própria força policial. Mas Gamache sabe que o mal está escondido em algum lugar atrás das cercas brancas e que, se ele observar de perto o suficiente, Three Pines começará a revelar seus segredos obscuros…

 

[Imagem: Wikipedia/Ian Crysler]

Compartilhe aqui!
  • 238
    Shares

2 comentários em “Autora canadense de mistério tem 6 milhões de livros vendidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal assinar a nossa newsletter?

Holler Box