A Maldição é uma história tão deliciosa quanto uma bela torta de morangos

Imagine ser amaldiçoado por um cigano e começar a perder peso sem parar? Para um homem obeso como o advogado Bill Halleck não houve problema nenhum no começo, mas quando ele começa a se tornar um esqueleto ambulante, só lhe resta correr contra o tempo para reverter a maldição que pode levá-lo à morte.

 

 

A Maldição é um suspense para fãs do estilo clássico de Stephen King. Aqui ele aponta o que o ser humano tem de pior, e até que ponto pode se chegar para alcançar objetivos na vida, nos fazendo refletir sobre os limites éticos de cada um. King também levanta a questão sobre a justiça dos homens e o fato de ela nem sempre ser realmente justa.

Bill Haleck é amaldiçoado por ter atropelado e matado uma cigana enquanto dirigia à noite em uma das ruas da sua cidade. Ao ser julgado conta com a ajuda do juiz do caso, seu amigo pessoal, para ser absolvido pela justiça. Mas uma vingança mais poderosa do que a cadeia o espera após cruzar o caminho de Taduz Lemke, o velho cigano de 109 anos que é o patriarca de um grupo de ciganos que se movimenta pela costa leste dos Estados Unidos.

A história fica um pouco cansativa no seu 3/4, quando até a máfia entra na jogada para dar uma apimentada na caçado ao cigano, mas o final é tão arrebatador que a gente acaba, como sempre, descontando a prolixidade do autor.

 

“Não existe ‘estar quites’, homem branco da cidade. Todo mundo paga, mesmo por coisas que não fez.”

 

Inicialmente publicado em 1984 com o título de A Maldição do Cigano (Thinner em inglês), o livro saiu no Brasil nesta segunda edição pela Editora Suma. Uma curiosidade é que ele foi lançado na década de 1980 sob o pseudônimo de Richard Bachman, que King usou em oito publicações em sua carreira. Outra curiosidade é que a história já foi adaptada para o cinema em 1996.

Para quem está procurando um suspense para devorar, A Maldição é a escolha certa. Tão deliciosa quanto uma bela torta de morangos.

 

Confira a resenha em vídeo

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=TUNXkryHlwQ[/embedyt] 

 

 

Título: A Maldição
Autor: Stephen King
Páginas: 216
Editora: Suma
Este livro no Skoob

SINOPSE – Com uma rotina tranqüila, o advogado Bill Halleck não tinha muitos problemas na vida. A não ser o peso. Mas por nada no mundo dispensaria os dois ovos com bacon do café da manhã ou os pacotes de Doritos diariamente devorados. Mas tudo iria mudar drasticamente naquele maldito dia. A velha cigana se pôs em seu caminho e Bill não conseguiu parar o carro. Ao mesmo tempo em que as rodas esmagavam a velha, a vida de Halleck começava a ser destruída. Considerado inocente pela justiça humana, não pôde fugir à maldição soprada por Taduz Lemke, o patriarca dos ciganos, na saída do tribunal. “Emagrecido”, praguejou o velho. A partir desta dia, os 111 quilos de Bill passam a ser sugados vertiginosamente. Caso não consiga deter a maldição cigana, em pouco tempo, Bill não será mais do que um feixe de ossos.

 

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

2 comentários em “A Maldição é uma história tão deliciosa quanto uma bela torta de morangos

  • julho 30, 2018 em 5:24 pm
    Permalink

    Adorei sua resenha e adorei o vídeo! King é bem assim mesmo, uma delícia de ser lido, e o mais aterrorizante dos seus livros, muitas vezes, é a relação humana entre os personagens. Acho um autor muito válido! Vou ler este, ainda não conhecia, fiquei curiosa.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *