5 curiosidades sobre Padre Brown, o detetive de batina

Um detetive de batina! Esse foi o personagem que G.K. Chesterton imaginou para estrelar sua obra policial. Criado em 1911, Padre Brown é um religioso católico do condado de Essex, na Inglaterra. Engana-se quem pensa que ele é um homem ingênuo e comum por ser padre. Na verdade, Brown é perspicaz e está sempre atento à realidade.

Conheça 5 curiosidades sobre o Padre Brown, cuja série é transmitida pela TV Cultura.

 

1. Adora carregar um guarda-chuva

[Imagem: stuff.co.nz]
No conto de estreia, “A Cruz Azul”, o leitor percebe que o padre é baixinho, tem o rosto arredondado, olhos cinza-claros e cabelos marrons arrepiados. Sua figura cômica está geralmente associada a um velho guarda-chuva que carrega a tiracolo, como um Chaplin a passeio. Para resolver enigmas, não acredita em métodos científicos nem em explicações sobrenaturais. Prefere solucioná-los de forma intuitiva e cerebral, pensando sobre o problema até encontrar uma resposta. Suas histórias costumam ser descritivas e, principalmente, impregnadas de uma essência filosófica.

 

2. Foi inspirado em um padre de verdade

[Imagem: Papal Artifacts]
Padre Brown foi inspirado em um padre de verdade, o irlandês John O’Connor, amigo de GK Chesterton. Em 24 anos, Chesterton escreveu 52 histórias com este curioso e simpático detetive.

 

3. Já apareceu no cinema

[Imagem: Classic Movie Ramblings]
Na telona, Walter Connolly foi Padre Brown em 1934, no filme “Father Brown, Detective” (EUA). Em 1954, Alec Guinness viveu o personagem em “Father Brown” (Inglaterra). Em 1960, saíram duas adaptações de contos no cinema alemão, em “Das schwarze Schaf”, com Heinz Rühmann no papel principal.

 

 

4. Tinha fãs famosos

[Imagem: El Español]
Como se tratava de um detetive de batina, Brown também circulava pelo Vaticano. Ao menos dois papas eram seus fãs: Pio XI e João Paulo I. Já Jorge Luis Borges, Bernard Shaw, Alceu Amoroso Lima e Mahatma Gandhi eram admiradores da obra de Chesterton.

 

5. Já andou pelo Brasil

[Imagem: TV Tonight]
No conto “O Sinal da Espada Partida”, Padre Brown narra uma batalha no Brasil.

 

* Fonte: Os maiores detetives do mundo, Chris Lauxx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *