Quais são as origens do romance policial?

A literatura policial moderna começa com Edgar Allan Poe e “Os Crimes da Rua Morgue”, história publicada em 1841 nos Estados Unidos. Foi Poe quem criou Auguste Dupin, o primeiro detetive da ficção que usava métodos dedutivos e analíticos para resolver enigmas.

Suas histórias ajudaram a desenhar esse tipo de personagem, e influenciaram os escritores que vieram depois. Na virada do século 19 para o 20, os detetives literários surgiram principalmente pelas mãos de americanos, ingleses e franceses.

Depois de Dupin, nomes como Le Coq, Lupin, Rouletabille e Padre Brown são considerados os próximos heróis modernos na arte de desvendar crimes. Num intervalo curto de tempo, eles conquistaram fãs e realçaram um gênero cada vez mais notado pelos leitores.

 

 

Não é à toa que alguns se mantêm atuais e interessantes, décadas depois de surgirem, porém Auguste Dupin foi mesmo o vovô dos detetives.

Suas histórias foram pioneiras ao trazer três elementos: uso da lógica, narração da trama por um segundo personagem e explicação do raciocínio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *