resenha

CRÍTICA | Mistério no Centro Histórico, de Tailor Diniz


diniz2

DETETIVE GAÚCHO – Ler este romance policial do escritor gaúcho Tailor Diniz me levou numa viagem no tempo, lá pelos idos da minha infância, quando passava as férias de verão na casa da bisavó perto de São Leopoldo, lugar que nunca mais voltei mas que vive nas boas lembranças. Isso porque, além do cenário do livro ser Porto Alegre e a trama fazer contínuas referências à geografia da cidade, há também aquelas citações bem humoradas aos hábitos, expressões e quitutes do Rio Grande do Sul, e ainda às certezas incontestáveis que todo gaúcho tem na vida (e sabemos que ele está sempre certo quanto a esse aspecto).

Dito isso, começo falando que “Mistério no Centro Histórico” é um romance policial deliciosamente regionalista. Narra a história de um atentado no centro da capital gaúcha, quando a explosão de uma bomba causa a queda de uma marquise e posteriormente uma sensação de pânico na população porto-alegrense. É nesse contexto que entra em cena o detetive Walter Jacquet, personagem de outro livro de Diniz (Crime na Feira do Livro), para se apossar do mistério que nada tem de misterioso num primeiro momento.
x

“Se A está para B e eu não tenho B, A é falso. Isso se chama lógica, meu caro. E lógica é ciência.”

x
Jacquet tem perfil reservado, é observador e atento aos pormenores. Ele, que na verdade mora nos Estados Unidos e é mundialmente conhecido nas artes da investigação, viaja para Porto Alegre para visitar o aspirante a escritor Joãozinho Macedônio, velho amigo das épocas de Alegrete e playboy sênior em tempo integral. Ao ler uma história baseada em fatos reais que o amigo está criando para uma oficina literária, ele sente-se intrigado com detalhes da trama e passa a investigar por conta própria o atentado terrorista e as pessoas envolvidas. Não é preciso ir muito longe pra sacar que Jacquet vai descobrir fatos inesperados e mudar o tom da história como conhecemos, culminando naquela reviravolta que é citada na sinopse.

O livro é rápido e divertido de ler, é quase uma paródia policial na verdade. Por falar em divertido, chamo a atenção para Inácia, empregada de Joãozinho que tem ótimas tiradas e um senso de humor genuíno (além de cozinhar bem pra caramba, e eu já estou falando como se ela de fato existisse, e o feijão com cebolinha e alho que ela cozinhou lá pela metade do livro me abriu mesmo o apetite!). É quase uma variante da Adelina, que também faz pratos deliciosos e suculentos para o detetive Salvo Montalbano, da série italiana de Andrea Camilleri.

diniz1

Tailor Diniz é também roteirista de tevê e jornalista, e tem quinze livros publicados. Acho muito bom quando o leitor se identifica com a história também pela geografia,  cada vez mais tenho visto romances policiais como o do Tailor Diniz sendo publicados no Brasil. Reconhecer ambientes, ter familiaridade com as esquinas, os bairros e as gírias de um lugar faz toda a diferença. Mario Prata trabalha com isso nos romances policiais do detetive Ugo Fioravanti, de Florianópolis, Luiz Alfredo Garcia-Roza tem o delegado Espinosa em Copacabana, e por aí vai.

“Mistério no Centro Histórico” envolve ainda um tema que percebi ser recorrente na obra do autor, as fronteiras (mesmo que de forma passageira aqui, numa caçada que chega aos limites com o Uruguai). Recomendamos!

star3

tailorTítulo: Mistério no Centro Históricomaxresdefault
Autor: Tailor Diniz
Editora: Dublinense
Páginas: 160
Ano: 2016
Este livro no Skoob

SINOPSE: “Mistério no Centro Histórico” traz de volta Walter Jacquet, personagem de “Crime na Feira do Livro”. Agora, Jacquet, acompanhado do aspirante a escritor Joãozinho Macedônio, investiga a explosão de uma bomba no Centro Histórico de Porto Alegre. Para lidar com perigosos terroristas e autoridades confusas, a dupla adota o simples uso de raciocínios lógicos, chegando a uma reviravolta digna das melhores tramas do gênero.

x

ana2

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s