news

Pepe Carvalho vai voltar às livrarias


img_1727

A VOLTA DE PEPE – Depois de longos 14 anos de silêncio, o mais famoso detetive da literatura espanhola estará de volta. Pepe Carvalho, a criação de Manuel Vásquez Montalbán, que se despediu em Milênio (2004), um ano após a morte do escritor, regressará às livrarias repaginado. Após um acordo entre os herdeiros de Montalbán e a Editora Planeta, foi decidido que o escritor Carlos Zanón ressuscitará o genioso Pepe. Zanón é um aclamado nome da literatura policial espanhola, autor de “Yo fui Johnny Thunders”, ganhador do Prêmio Dashiell Hammett de 2015. “Vou tentar manter a alma do personagem, mas o livro será meu”, declarou o escritor de 50 anos, no melhor estilo barcelonês.

O retorno de Pepe Carvalho está previsto para o início do ano que vem, mas Zanón já começou a trabalhar. Está relendo os quase 30 livros da “biblioteca carvalhiana”, que fizeram de Manuel Vásquez Montalbán um dos dez autores espanhois mais traduzidos do mundo. Alguns são verdeiros clássicos, como “Mares do Sul”. Zanón se esquivou das perguntas da imprensa local sobre se a nova aventura de Pepe vai continuar do ponto em que parou há mais de uma década. Mas garantiu que algumas características serão mantidas e outras levemente atualizadas, afinal ele e Montalbán são de gerações diferentes.
x

carlos_zanon
“Existem coisas da novela policial dos anos 70 e 80 que hoje não fazem sentido. Carvalho tem de resolver crimes do século 21. Ele não conhecia a internet e sua rede de confidentes, o que hoje poderia parecer incrível”, disse Zanón.
(Imagem: https://goo.gl/vOpL6Y)

 

O lendário Pepe Carvalho é um detetive gourmet, demasiadamente crítico e preocupado com a situação social e política de Barcelona, e que queima os livros que não gosta numa espécie de vingança literária. “Um romance é uma ópera, e é preciso sentir como soa e o conjunto precisa ter uma mensagem, uma missão. Não é simplesmente fazer por fazer”.

Preparado para ser o grande evento da Barcelona Negra de 2018, a volta de Pepe promete. “Será um Pepe Carvalho mais roqueiro que boleiro”, adianta, fazendo suspense.

(Com informações de El País)
(Com a colaboração de Anisio Garcez Homem)

Anúncios

2 respostas »

  1. Já vi que esse Zanon não está com nada. Imagine você deixar de ler Proust porque ele nunca possuiu endereço de e-mail. Pepe Carvalho é sagrado e não tem que ser mudado. Ou é ele ou será outro com o mesmo nome.

    Curtir

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s