resenha

O Pecado de Christine, de Benjamin Black


benja

Por Leila Gonçalves – Lançado em 2007, “O Pecado de Christine” é o romance de estreia de Benjamin Black, pseudônimo do prestigiado escritor John Banville, que no melhor estilo noir, revela o lado espúrio da fria e nebulosa Dublin na década de cinquenta.

Com seu estilo elegante, ele escolheu a dedo o protagonista. Garrett Quirke é um médico patologista e detetive por acaso, com um passado tumultuado que ele tenta esquecer, afogando-se no trabalho ou numa garrafa de whisky. Melancólico e solitário, ele terá sua vida autopsiada em trezentas e tantas páginas, trazendo à luz fatos e segredos perturbadores como sua adoção por um conceituado juiz ou seu casamento precocemente interrompido pela morte da esposa.

A história começa de madrugada num necrotério, quando ele flagra seu irmão adotivo, o ginecologista Mallach Green, adulterando a causa da morte de uma bela jovem. Intrigado, ele não demora a descobrir que ao invés de embolia pulmonar como consta no laudo, Christine Falls morreu de complicações no parto. Afinal, onde está a criança? Mallach pretendia encobrir um erro médico ou a identidade do pai?

x

christine“O tempo é o oposto do espaço. No espaço, tudo fica mais difuso quanto mais a gente se afasta. Com o tempo é diferente, tudo se torna mais nítido.”

x

Abordando o preconceito entre católicos e protestantes, o livro apresenta uma conspiração internacional envolvendo o tráfico de bebês, aliás, a gravidez indesejada num país extremamente religioso como a Irlanda foi um grave problema na época. Inspirado em fatos reais, esse assunto também serviu de tema para o conhecido livro “Philomena”, de Max Sixmith, que foi adaptado para o cinema com Judi Dench no papel principal.

Admirador dos “romances durs” de Simenon, Black é mais espontâneo e possui estilo, conteúdo e aspirações diferentes de Banville que confessa escrever com maior prazer e agilidade o gênero policial. Contudo, em nenhum momento ele abandona a preciosidade de suas metáforas ou a exímia construção de ambientes e personagens. Finalmente, não espere por uma história fácil ou um final feliz. Se é mero entretenimento que você procura, esqueça “O Pecado de Christine”.

x

christineTítulo: O Pecado de Christine
Autor: Benjamin Black
Páginas: 364
Editora: Rocco
Este livro no Skoob

SINOPSE – Não eram os mortos que pareciam sinistros para o médico patologista Quirke, mas sim os vivos. Quando ele entrou no necrotério muito depois da meia noite e viu seu irmão adotivo Malachy Griffin ali, sentiu um arrepio na coluna vertebral que se provaria profético, um tremor de problemas futuros. Este é o ponto de partida de O Pecado de Christine, primeiro de uma série de romances policiais escrito por Benjamin Black, pseudônimo do premiado escritor irlandês John Banville.

(Imagens: thedailybeast.com)

LEILA DE CARVALHO E GONÇALVES - Doente por livros, vem sendo tratada sem resultado há mais de cinquenta anos 
pelo alienista Simão Bacamarte. Aposentada e com tempo de sobra, parece haver pouca esperança em sua recuperação. 
Sem formação acadêmica na área e nenhuma foto de identificação, pode ser facilmente encontrada entre os detetives e 
vilões da ficção policial, em geral, com um e-book na mão.

 

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s