Nove tiros… e o Chef Lidu morreu!

lidu2

 

Por Raquel de Mattos – Se o leitor abre este livro esperando uma trama internacional cheia de reviravoltas, personagens mil e todo o tipo de parafernália tecnológica a favor da polícia, então não o abra! Este é um romance policial para distrair!

O caso aqui é bem simples: se passa em uma precária delegacia de polícia de São Paulo, com poucos funcionários e estes tendo que fazer o papel de vários. Mas isso não tira em nada o mérito do livro, pois o nosso narrador-personagem Elvis, o escrivão-novato, cheio de ideias na cabeça, não fará com que ninguém se sinta desanimado por aqui. Com seu jeito idealista vai conseguindo tudo o que quer (e às vezes algumas broncas do seu chefe pelo caminho) e fazendo a história acontecer. O Dr. Magreza recebe um telefonema dizendo que o Chef Lidu havia sido assassinado. E aí começa a história. Nenhuma grande novidade ou surpresa na trama, mas creio que por isso mesmo é que Elvis e Dr. Magreza tenham me conquistado!

E por falar em chefe, o Dr. Magreza, delegado de polícia quase aposentado (que tem esse apelido por causa da semelhança com o Comissário Maigret, de Georges Simenon) – aí, abrasileirando ele, Dr. Pedro Júlio ganhou o apelido de Dr. Magreza, vai se mostrar uma pessoa cheia de histórias, de passado conflituoso… Mas tem que ler para saber!

x

lidu“O coração, o órgão mais importante do corpo (eu acho), estourado, parou. E aí, meu amigo, quando isso acontece, já era. A pessoa acaba. Morre. Passa dessa para melhor.
Em inglês: he passed away.”

O Chef Lidu levou nove tiros, assim como o rapper 50 Cent. Só que 50 Cent viveu…

x

O livro tem uma atmosfera tranquila, engraçada, mesmo com um assassinato no meio. Elvis faz com que tudo pareça meio infantil, ou, para seguir a linha francesa, meio naïf (ingênuo, em francês). Elvis se diz um jornalista frustrado, por isso escreve. Escreve em primeira pessoa e de repente, muda para terceira pessoa. A autora, iniciante no romance policial, tem muita destreza em fazer essas idas e vindas. Na pele de Elvis, ela faz com que tenhamos interesse pela culinária francesa – comida é sempre bem-vinda! Ele se questiona o tempo todo por que o assassino leva o filet mignon e não leva as trufas negras, que combinariam tão bem! Faz com que associemos o sangue do Chef Lidu (que tinha origem italiana, não francesa) com a calda de groselha que ele tem usado em seus pratos atualmente. E habilmente, Elvis faz com que gostemos ou não de um personagem, de acordo com o que ele pensa a respeito desta ou daquela pessoa.

O Elvis é um cara como se costumava chamar “boa-praça”. É educado, divertido, meio bobo, meio desengonçado, meio filhinho-de-mamãe, mas agradável no geral. Fica tenso quando pensa que um dia pode ser o novo delegado, viaja para Paris só para conversar com o Dr. Magreza (depois que ele se aposenta), é um eterno apaixonado, apesar de ter a Rafaela, sua namorada. Enfim, é um encanto!

Eu confesso que em alguns momentos fiquei um tanto confusa com algumas coisas: uma delas foi com a identidade da Vassoura Assassina (perfil fake do Facebook que ameaça Elvis e Dr. Magreza); e no final, custei um pouco a entender quem tinha sido o assassino. Só bem no finzinho mesmo é que consegui compreender quem foi e por que.

Talvez minha única crítica de verdade fique com a revisão do texto. Pequenas coisas que distraem. Uma pontuação aqui e ali, palavras que a autora deixou e na revisão não cortaram, pontos e vírgulas lado a lado e assim vai. Penso que em uma outra edição estes detalhes sejam resolvidos.

star3
lidu
Título
: Nove tiros em Chef Lidu
Autora: Paula Bajer Fernandes
Editora: Circuito
Páginas: 224
Este livro no Skoob

SINOPSE: O dono da Brasserie Lidu é assassinado e o doutor Magreza se põe a investigar. Narrada pelo escrivão Elvis Prado Lopes, a história ironiza e homenageia o gênero policial.

raquel_banner

Compartilhe aqui!
  • 95
    Shares

Raquel de Mattos

Carioca aquariana da gema, museóloga em Barretos (SP). Fã de Agatha Christie, descobriu diversos autores fantásticos ao longo da estrada da literatura policial. Ama café, livros e chocolate e é fácil de ser agradada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.