lançamentos

| LANÇAMENTOS | Suspense, crime e terror em novembro


Confira os livros em destaque este mês. Para ver todos os lançamentos, clique aqui.

x

1. Histórias extraordinárias, Edgar Allan Poe
(Companhia das Letras)

Histórias extraordinárias reúne dezoito contos assombrosos de Edgar Allan Poe, com seleção, apresentação e tradução do poeta José Paulo Paes. Este livro traz, entre outras obras-primas do mestre do suspense e do mistério, “A carta roubada”, “O gato preto”, “O escaravelho de ouro”, “O poço e o pêndulo”, “Assassinatos na rua Morgue” e “O homem da multidão”. O caráter macabro das histórias, dotadas de profundidade psicológica e imersas em uma atmosfera eletrizante, continua a conquistar novos leitores e a afirmar sua condição de clássico. Nas palavras de Paes, “Poe sempre consegue […] provocar-nos aquele arrepio de morte ou aquela impressão de vida que, em literatura, constituem o melhor, senão o único, passaporte para a imortalidade”.

x

x

2. Trilogia dos espinhos, Mark Lawrence
(Darkside Books)

A saga completa em uma edição de colecionador. Em Trilogia dos Espinhos — Dark Age Edition, os três romances vêm em um único volume em capa dura, com quase mil páginas em edição de luxo. Trilogia dos Espinhos — Dark Age Edition é uma das muitas surpresas que a DarkSide Books reservou para 2017, quando completa 5 anos. A Trilogia narra as batalhas por vingança e poder de Jorg Ancrath. Cruel demais para ser chamado de herói, Jorg entra facilmente na lista dos grandes canalhas que aprendemos a amar na literatura fantástica, como Alex DeLarge (Laranja Mecânica) ou Tyrion Lannister (Game of Thrones). Perfeito para quem já é íntimo de Jorg Ancrath, essa é a chance de ler tudo de uma vez só. Do jovem príncipe ao poderoso imperador. E para aqueles que ainda não conheciam a saga, a Trilogia dos Espinhos — Dark Age Edition é uma ótima porta de entrada para o universo em plena expansão de Mark Lawrence. A Guerra da Rainha Vermelha, sua segunda série, que se situa no mesmo universo da primeira, já teve seu primeiro volume publicado.

x

3. Assassinato no Expresso Oriente, Agatha Christie
(L&PM)

Uma gélida noite de inverno. Logo depois da meia-noite, um banco de neve obriga o luxuoso Expresso Oriente a interromper sua viagem de Istambul a Paris e a ficar parado no meio do nada. O trem está surpreendentemente lotado para essa época do ano. Ao amanhecer, um ricaço americano é encontrado morto em sua cabine com várias facadas no peito. Coincidentemente, Hercule Poirot é um dos viajantes e conduzirá uma de suas mais difíceis investigações nos vagões isolados no meio da neve… No mundo todo, Assassinato no Expresso Oriente é uma das histórias mais conhecidas e amadas de Agatha Christie, a Rainha do Crime – agora em nova adaptação em quadrinhos, para deleite de fãs de todas as idades. Com tradução de Alexandre Boide, adaptação de Benjamin von Eckartsberg e ilustrações de Tsai Chaiko.

x

4. Quem conta um conto, coletânea
(11 Editora)
A coletânea Quem conta um conto… Onze visões do sobrenatural traz contos e causos extraordinários, conhecidos por meio da tradição oral na região de Jaú, que vêm sendo transmitidos de geração a geração.
A 11 Editora reuniu onze escritores e profissionais de áreas distintas em narrativas que dão a conhecer ou rememorar as histórias do Unhudo, do Criolando, do lobisomem do Pouso Alegre, das assombrações da Barra Mansa, entre outros. 

Autores convidados: Adão Levorato, Afonso Caramano, Carlos Eduardo Monte, Dirceu Barbosa, Elias Fernando Gonzales, Fábio Grossi dos Santos, Heusner Grael Tablas, Ivy Fini Rodrigues, Maria Toledo Arruda Galvão de França, Paulo Eduardo Giuseppin e Paulo Oscar Ferreira Schwarz. Organização de Léa Prado.

x

x

5. A mulher na cabine 10, Ruth Ware
(Editora Rocco)

Aclamado pela crítica e há mais de 30 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, A mulher na cabine 10 estabelece de vez Ruth Ware como um dos grandes nomes do suspense contemporâneo, na melhor tradição de Agatha Christie. No livro, uma jornalista de turismo tenta se recuperar de um trauma quando é convidada para cobrir a viagem inaugural de um luxuoso navio. Mas, o que parecia a oportunidade perfeita para se esquecer dos recentes acontecimentos acaba se tornando um pesadelo quando, numa noite durante o cruzeiro, ela vê um corpo sendo jogado ao mar da cabine vizinha à sua. E o pior: os registros do navio mostram que ninguém se hospedara ao seu lado e que a lista de passageiros está completa. Abalada emocionalmente e desacreditada por todos, Lo Blacklock precisa encarar a possibilidade de que talvez tenha cometido um terrível engano. Ou encontrar qualquer prova de que foi testemunha de um crime e de que há um assassino entre as cabines e salões luxuosos e os passageiros indiferentes do Aurora Boreal.

x

6. Poirot: Os crimes perfeitos, Agatha Christie
(L&PM)

Ao longo de sua célebre carreira, Hercule Poirot desvendou incontáveis mistérios desafiadores e aparentemente insolúveis. Notabilizou-se, principalmente, em resolver casos de assassinato. Aqui, neste volume, o leitor encontrará as quatro melhores histórias do detetive belga às voltas com esse tipo de crime. Mistérios do quarto fechado, intrigas envolvendo riqueza e ciúmes – de fora, tudo muito parecido, mas quando Poirot começa a investigar, os motivos e as soluções não poderiam ser mais diferentes. Reunindo títulos do início da carreira de Agatha Christie – como O assassinato de Roger Ackroyd Assassinato no Expresso Oriente, dois clássicos que revolucionaram a ficção policial –, este livro é um testemunho não apenas da criatividade da autora em criar enredos originais e intrincados, como também do seu domínio da arte de narrar. O romance policial nunca mais seria o mesmo depois de Agatha Christie e suas histórias lapidares, que prendem o leitor do início ao fim da leitura.

x

7. O livro do cemitério – Volume 1, Neil Gaiman
(Editora Rocco)

Ninguém Owens, também chamado de Nin, é um garoto normal. Ele seria totalmente normal se não morasse em um cemitério, não fosse criado por fantasmas, nem tivesse um guardião que não pertence ao mundo dos vivos nem dos mortos. Há aventuras para ele no cemitério – um antigo homem anil, um portal para a cidade abandonada dos ghouls, o horrível e estranho executor. No entanto, se sair do cemitério, não estará protegido do homem chamado Jack – que matou a família de Nin. Cada capítulo nesta adaptação de P. Craig Russell é ilustrado por um astro diferente do mundo dos quadrinhos, apresentando uma variedade de estilos de uma grande gama de artistas. Juntos, eles dão nova vida ao romance best-seller e premiado O livro do cemitério, escrito por Neil Gaiman, nesta adaptação em quadrinhos lindamente ilustrada, dividida em dois volumes. O Volume Um vai do Capítulo Um ao Interlúdio e o Volume Dois vai do Capítulo Seis ao fim.

x

8. Boneco de Neve (capa do filme), Jo Nesbo
(Editora Record)

A primeira neve do ano cai sobre Oslo num dia frio de novembro. Birte Becker chega do trabalho e elogia o boneco de neve que o marido e o filho fizeram no jardim. Os dois ficam surpresos – eles não tinham feito boneco nenhum. Ao olhar pela janela, o menino nota que a figura branca está virada para a casa, com os olhos negros voltados para a janela. Para eles.
Quando o inspetor Harry Hole recebe uma carta do autointitulado Boneco de Neve, não desconfia do tenebroso significado dessa alcunha. Somente após descobrir alarmantes traços em comum entre vários desaparecimentos na Noruega, o policial percebe que está envolvido numa trama muito maior, capaz de testar os limites de sua sanidade.

x

x

9. Herdeiros de Drácula, Richard Dalby
(Editora Harper Collins)

Drácula, de Bram Stoker, é a mais famosa história de vampiro já escrita, embora não tenha sido a primeira a descrever a malignidade dos mortos-vivos — muito menos a última. Em comemoração aos 120 anos de publicação de Drácula, esta antologia única reúne 25 contos raros escritos entre 1867 e 1940 por autores igualmente geniais, como Sir Arthur Conan Doyle e M.R. James.

Herdeiros de Drácula é um verdadeiro banquete para todos os aficionados por literatura fantástica e sobrenatural, um delicioso mergulho na história desses seres fascinantes e assustadores.

x

x

x

10. Criaturas e criadores, Raphael Draccon, Carolina Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes
(Editora Record)

Quatro dos mais populares autores contemporâneas brasileiros, Raphael Draccon, Carolina Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes se uniram para reinventar os contos de terror clássicos. Frankenstein vive, e está numa favela do Rio. Rumores indicam que Drácula pode ser o dono de uma nova e badalada boate. Numa faculdade de artes, há uma lenda que diz que um fantasma ajuda belas jovens a cantar num teatro abandonado. Um mistério ronda a vida de um dentista e pai de família que está prestes a descobrir seu lado mais monstruoso. Quatro clássicos do medo reinventados por quatro escritores brasileiros para noites de sustos, terror e gritos.

x

x

x

11. A expansão, Ezekiel Boone
(Editora Suma)

Ao receber um pacote em seu laboratório, em Washington, a dra. Melanie Guyer não poderia prever que, de um dia para o outro, a espécie ancestral de aranhas que eclodiu daquela bolsa de ovos causaria o caos no mundo inteiro.

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s