lista literária

8 lugares mal-assombrados dos livros e filmes


fanta0

Hotéis, casas antigas e museus podem inspirar excelentes contos de terror e assombração. Podem também manter-nos acordados por vários motivos: vozes e risos inexplicáveis, vultos vagando por corredores ou a sensação de estar sendo observado.

De fato, alguns lugares ficam tão famosos que viram sucesso na ficção, como é o caso do hotel descrito por Stephen King em O Iluminado (adaptado para o cinema por Stanley Kubrick em 1980) ou de Sleepy Hollow, cidadezinha que inspirou o conto do cavaleiro sem cabeça, de Washington Irving.

Diga aí, você teria coragem de passar uma noite em algum desses lugares?

x

1. Hotel Stanley (Colorado, Estados Unidos)
fanta1
Fãs de Stephen King reconhecerão. Construído em 1909, o Hotel Stanley apresenta atividade paranormal desde 1970. Uma das explicações é que ele é habitado pelos antigos proprietários F.O. Stanley e sua esposa Flora, geralmente “vistos” na Sala de Bilhar ou fazendo o piano da sala de música tocar sozinho. Em 1974, Stephen King se hospedou no quarto 217 e foi lá que ele se inspirou para escrever O Iluminado.

x

2. Floresta de Hoia-Baciu (Cluj-Napoca, Romênia)
hoia
A floresta romena de Hoia-Baciu é associada ao Conde Drácula e a inúmeros relatos de aparições, avistamentos de OVNIs, aparelhos eletrônicos que param de funcionar e ocorrências paranormais. É conhecida como uma das florestas mais mal-assombradas do mundo. Bora acampar?

x

3. Casa da Morte (Nova York, EUA)
twain
A casa em si não inspirou nenhum clássico da literatura ou do cinema, mas é justo entrar na lista por causa de um antigo inquilino. Com esse nome simpático, acredita-se que a Casa da Morte abriga cerca de 20 fantasmas que não conseguiram desapegar do lugar. O mais famoso seria o do escritor Mark Twain, que lá morou em 1900. Entre relatos mais frequentes, estão os de aparições do próprio Twain, além de uma mulher de branco vagando pelos andares…

x

4. Casa de Edgar Allan Poe (Baltimore, EUA)
fanta2
Edgar Allan Poe viveu durante quatro anos nesta pequena casa em Baltimore, onde ocupou um minúsculo e desconfortável quarto no segundo andar. Há um cemitério nas redondezas, e dizem que os moradores de lá costumam visitar a casa de vez em quando, pois barulhos estranhos geralmente são ouvidos no seu interior (ã-hã). O lugar funciona como um museu hoje em dia, e lá o visitante poderá ver a mesa onde Allan Poe escreveu alguns contos históricos, além de objetos pessoais como retratos, agendas, gravuras e recortes de jornal.

x

5. Omni Parker House (Boston, Estados Unidos)
fanta4
Mais uma indicação fofa de Stephen King. O Omni Parker House foi inaugurado em 1855 e administrado pelo fundador Harvey Parker até sua morte, em 1884. Muitos hóspedes dizem terem visto Parker em seus quartos, perguntando “como estaria a estadia”. Depois que um empresário morreu no quarto 303, houve  relatos de risos e cheiro de uísque no local. O conto 1408, de King, foi inspirado na atividade sobrenatural desse mesmo quarto. A história virou um filme bem bonzinho com John Cusack no papel principal.

x

6. Sleepy Hollow (Nova York, EUA)
sleepy
Já ouviu falar no conto “A lenda do cavaleiro sem cabeça”? Foi escrito por Washington Irving em 1820, e a inspiração veio desse lugar aí em cima. Sleepy Hollow é um pequeno vilarejo que fica no estado de Nova York, a aproximadamente 50km do centro de Manhattan. Em 1999, a clássica história de terror virou filme com direção de Tim Burton e Johnny Deep no papel do policial Ichabod Crane.

x

7. Casa de Lizzie Borden (Massachusetts, EUA)
borden
Um dos mais famosos casos de assassinato nos Estados Unidos foi o caso Lizzie Borden. Em 1892, seu pai e madrasta foram mortos a machadadas dentro desta casa. Lizzie foi acusada de homicídio e o caso rendeu enorme publicidade para os jornais. Inocentada no tribunal, nenhuma outra pessoa foi indiciada pelos crimes. Na casa, pessoas dizem já ter visto o vulto dela vagando pelo local, rindo no segundo andar próximo à escada. Lizzie Borden foi interpretada por Christina Ricci, no filme Lizzie Borden Took an Ax.

x

8. Floresta Aokigahara (Monte Fuji, Japão)
aoki
Conhecida como a Floresta do Suicídio ou Mar de Árvores, é o segundo lugar do mundo com índice mais alto de suicídios, perdendo apenas para a Ponte Golden Gate. Fica na base do Monte Fuji, é misteriosamente silenciosa e tem uma associação histórica com demônios da mitologia japonesa. No filme “The Sea of Trees” (inédito no Brasil), o diretor Gus Van Sant utiliza a floresta como cenário para contar a história de duas pessoas que lá se encontram para se matar. Com Matthew McConaughey e Naomi Watts.

(Imagens: Wikipedia, Haunted Places in America, Ephemeral New York, Places you’ll see)

ana2

Anúncios

4 replies »

  1. Adorei o post!
    Que lugares incríveis, porém acho que não teria coragem de visitá-los, pois sou MUITO medrosa, rsrsrs…
    Já pensou em visitar o hotel Stanley? Apesar de achar que ficaria com medo, deve ser super interessante passar por aqueles corredores.
    A Floresta do Suicídio é um dos lugares que aparece no livro Os Três, e ela é muito importante para o desenrolar da história. Fiquei super animada ao ver que ela estava no post.

    Bjss
    http://www.umolhardeestrangeiro.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s