youtube

YOUTUBE | A hora do lobisomem, Stephen King


A Hora do Lobisomem é um conto de Stephen King publicado em 1983, que acabou virando um clássico ao ser lançado junto às ilustrações de Bernie Wrightson. O livro faz parte da coleção Biblioteca Stephen King, da editora Suma de Letras, que está relançando vários títulos do autor antes fora de catálogo ou esgotados.

A trama é sobre um lobisomem que está apavorando a cidade de Tarker’s Mill, cravada no lugar favorito do mundo para King, o interior do Maine. O bicho mata pessoas e destroça animais de uma selvagem e impiedosamente, levando a comunidade a temer por um maníaco solto na floresta. Cada capítulo é um mês do calendário e funciona como uma contagem regressiva para se descobrir quem, afinal, é este o monstro. King descreve os ataques de forma implacável, indicando que a identidade do lobisomem pertence a alguém acima de qualquer suspeita.

x

O autor recorre a esteriótipos que se repetiram em livros posteriores, como a criança aparentemente fraca que vira um gigante ao enfrentar o perigo, o monstro que reflete nossos próprios medos e inseguranças, o reverendo impostor que guia seu rebanho, a cidadezinha de interior onde todo mundo se conhece.

x

Uma das coisas que eu mais gosto nos livros de King são as ambientações e a forma como ele descreve “o clima” sombrio dos lugares. Por ser um conto, essa história não é tão aprofundada e não tem uma grande caracterização. Sim, ela é curtinha e por isso mesmo você fica com aquele gostinho de quero mais, querendo conhecer melhor os personagens, o dia-a-dia da cidade, as superstições de cada um, essas coisas.

Possivelmente este livro virou um clássico também pelas incríveis ilustrações de Bernie Wrightson, que enriquecem cada capítulo de forma única. Mestre dos quadrinhos, ele morreu em março de 2017 reverenciado por trabalhos como a cocriação de O Monstro do Pântano, as 50 ilustrações para Frankenstein, além de outras capas para o próprio King. Ficou realmente lindo.

Outra coisa muito legal é que, no final dessa edição da Suma, foram convidados quatro ilustradores para recriar uma cena favorita da história, cada um (a) com seu estilo bastante autoral. Os ilustradores são Giovanna Cianelli, Rafael Abuquerque, Rebeca Prado e Lucas Pelegrineti. Achei a ideia muito bacana e criativa! (e a minha ilustração favorita foi a do Lucas Pelegrineti)

A Hora do Lobisomem também já foi parar no cinema em 1985, com o título de Silver Bullet (Bala de Prata), e tinha o Corey Haim no elenco! (ídolo teen dos anos 80, né gente? Quem lembra?). Enfim, este é um livro obrigatório pra quem gosta de Stephen King e de histórias clássicas de terror, e vem com capa dura e um acabamento todo especial. Adorei!

x

 

Assista à resenha em vídeo

Título: A hora do lobisomem
Autor: Stephen King
Tradução: Regiane Winarski
Ano: 2017
Editora: Suma de Letras
Páginas: 152
Este livro no Skoob

SINOPSE – O primeiro grito veio de um trabalhador da ferrovia isolado pela neve, enquanto as presas do monstro dilaceravam sua garganta. No mês seguinte, um grito de êxtase e agonia vem de uma mulher atacada no próprio quarto. Agora,a cada vez que a lua cheia brilha sobre a cidade de Tarker’sMill, surgem novas cenas de terror inimaginável. Quem será o próximo? Quando a lua cresce no céu,um terror paralisante toma os moradores da cidade. Uivos quase humanos ecoam no vento. E por todo lado as pegadas de um monstro cuja fome nunca é saciada. Um clássico de Stephen King, com as ilustrações originais de Bernie Wrightson.

Anúncios

3 replies »

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s