news

O dia em que Bryan Cranston conheceu Charles Manson


Via Unilad – Com a morte de Charles Manson, líder do grupo que assassinou várias pessoas na década de 1960, histórias sobre o seu passado vêm surgindo na mídia. Uma delas se refere a Bryan Cranston, mais conhecido pelo papel de Walter na série Breaking Bad.

Em seu Twitter, o ator e diretor revelou que conheceu Manson quando tinha 12 anos, um ano antes dos assassinatos Tate-LaBianca acontecerem em agosto de 1969, em Los Angeles. Leia o que ele já escreveu sobre o assunto.

x


“Ao ouvir que Charles Manson está morto, eu estremeci. Fiquei próximo dele apenas um ano antes de ele ter cometido os assassinatos brutais em 1969. A sorte estava comigo quando uma prima e eu montávamos a cavalo no rancho Spahn, e vimos o homenzinho com olhos loucos que os outros hippies chamavam de Charlie.”

x

Cranston já havia falado sobre o assunto em 2016, para o site Daily Beast.

“Eu era muito jovem, mas grande o suficiente para andar sozinho. Eu e a minha prima, que tem um ano e meio a mais do que eu, fomos andar a cavalo enquanto minha mãe e meu tio saíam para fazer outra coisa. Então estávamos checando nossos cavalos no rancho Spahn, que é muito perto de onde eu fui criado.

Percebemos que as pessoas por lá eram estranhas, em sua própria maneira interessante de ser. Havia um cara velho [Spahn] nos verificando e um sujeito de vinte anos veio gritando: “Charlie está na colina! Charlie está na colina! “Todos olharam em volta e havia uma energia nervosa ao redor e todos montaram em seus cavalos e foram embora.

Perguntamos ao velho o que estava acontecendo e ele disse: “Ah, não é nada. Já aconteceu antes. “Nós pensamos, bem, Charlie deve ser alguém importante.

Então pegamos nossos cavalos e seguimos a trilha, e cerca de 20 minutos depois que nós deixamos a área do celeiro onde os cavalos estavam reunidos vimos essa trilha de cavalos voltando.

Havia cerca de oito pessoas, e havia um homem no meio, em um dos cavalos, mas ele não estava segurando suas próprias rédeas – havia mais alguém no cavalo segurando as rédeas para ele – e Charlie, eu imaginei, era esse cara de barba, cabelos longos com olhos grandes andando como se estivesse preso na parte de trás de um cavalo. Totalmente em transe. Não dava para tirar os olhos dele.

Minha prima virou para mim e disse: “Uau, esse cara é estranho.” Quando passamos por ele e por todo o grupo, ela disse: “Esse deve ser Charlie”, e eu disse: “Sim … e Charlie é estranho ! “Nós não achamos nada além disso.

Demorou mais um ano até os assassinatos acontecerem e, depois disso, passaram-se seis meses até ele ser preso. Vi seu rosto na TV e fiquei de boca aberta. Minha prima me chamou primeiro e disse: “Dá pra acreditar nisso?” A foto de Charlie Manson era o cara na parte de trás do cavalo naquele dia. E pensamos por um segundo, oh meu Deus, e se? Foi muito estranho, para dizer o mínimo. Puxa cara…”

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s