lançamentos

L&PM publica policial de Manuel Vázquez Montalbán


Apesar de ter sido um dos escritores mais prestigiados da Espanha, a obra de Manuel Vázquez Montalbán é muito difícil de ser encontrada no Brasil. O espanhol ficou conhecido pelas histórias policiais com o detetive José “Pepe” Carvalho, que apareceu em 1972 no livro Eu matei Kennedy, e depois em mais 22 livros traduzidos para 24 idiomas.

Assassinato no comitê central já foi publicado no Brasil pela Editora Graal, porém estava fora de catálogo. É possível ler um trecho do livro no site da L&PM. O livro está em pré-lançamento, e sai no Brasil com tradução de Marlova Aseff.
x

Confira a sinopse

Era para ser uma reunião de rotina do Comitê Central do Partido Comunista Espanhol. Após uma breve falta de luz, aparece assassinado ninguém menos que Fernando Garrido, o secretário-geral. Este chocante crime tem como suspeitos os próprios membros do partido e  marca o início de duas investigações paralelas: a do comissário Fonseca, designado pelo governo, e a de Pepe Carvalho, detetive particular contratado pelo partido.

O ex-comunista e ex-agente da CIA, amante da boa comida e admirador de belas pernas, apareceu pela primeira vez no romance Yo maté a Kennedy (1972) e, desde então, cruzou as fronteiras de Barcelona – cidade que popularizou com suas investigações – para se tornar um dos mais famosos detetives da literatura contemporânea. Nos moldes do clássico gênero da literatura policial noir, esta é uma das poucas histórias protagonizadas por Pepe Carvalho ambientadas em Madri; o enredo é permeado pela vida política e gastronômica espanhola – dois aspectos inusitados que compõem o delicioso pano de fundo para suas aventuras.

Anúncios

2 respostas »

  1. Um desaparecimento precoce dos mais sentidos. Montalban faleceu, de morte súbita, no aeroporto de Bangkok em 2003. Voltava para a Espanha. O Labirinto Grego, O Homem da Minha Vida, Os Mares do Sul, O Balneário, A Rosa de Alexandria, O Quinteto de Buenos Aires, Milênio, são os livros publicados pela Coleção Policial da Companhia das Letras com Pepe Carvalho. Parabens por lembrar de um escritor que não deveria estar esquecido.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s