STEPHEN KING | 9 curiosidades sobre Chamas da Vingança, filme lançado em 11 de maio de 1984

Chamas da Vingança (Firestarter) foi um filme lançado em 11 de maio de 1984 nos Estados Unidos. A história é uma adaptação de A Incendiária, livro de Stephen King publicado em setembro de 1980.

 

 

O filme trazia Drew Barrymore no papel de Charlie McGee, uma menina de oito anos que tem o poder da pirocinese, quando uma pessoa consegue gerar fogo. Ela tenta desesperadamente escapar de agentes do governo, que querem usar seu poder como uma arma militar.

Descubra 9 curiosidades sobre o filme e o livro.

 

1. John Carpenter

O filme era para ser dirigido por John Carpenter, mas a Universal Studios dispensou o diretor meses depois de contratá-lo porque seu outro filme, O Enigma de Outro Mundo, foi uma decepção financeira. Quem acabou sendo o diretor foi Mark L. Lester.

 

2. Recepção

Os críticos não gostaram do filme. Segundo eles, os personagens não eram convincentes e Drew Barrymore não se envolveu com a personagem. Nem o próprio King gostou também. Em 2012, ele comentou: “é um dos piores filmes feitos a partir de meus livros, é sem sabor; é como purê de batatas no refeitório “.

 

3. Inspiração

A pequena Charlie McGee foi baseada na filha de Stephen King, Naomi.

 

4. Burt Lancaster

Burt Lancaster tinha sido a primeira opção para viver o Capitão Hollister, mas quem acabou ficando com o papel foi Martin Sheen.

 

5. Tapa-olho

George C. Scott também participa da produção, no papel de John Rainbird. Na última metade do filme ele aparece de tapa-olho, isso por causa de uma infecção no olho esquerdo que aconteceu após usar lentes de contato.

 

6. 1 milhão

Esse foi o valor que o produtor Dino DeLaurentiis pagou pelos direitos de adaptação do livro.

 

7. Efeitos especiais

O ano era 1984, portanto não havia ainda como aplicar grandes efeitos especiais no filme. Todo o fogo foi administrado no próprio set de gravação, sem uso de CGI.

 

8. Antes de Drew

heather

Antes do estúdio escolher Drew para viver Charlie, duas outras atrizes foram cogitadas para o papel: Heather O’Rourke, de Poltergeist, e Jennifer Connelly.

 

9. Shirley Jackson

“Em memória de Shirley Jackson, que nunca precisou levantar a voz.” Stephen King dedicou o livro a Shirley Jackson, escritora norte-americana que publicou livros de horror e mistério, e que foi uma das grandes influências dele na carreira

 

(Fontes: Wikipedia, IMDB)

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx). Contato: analaux@gmail.com
Compartilhe aqui!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx). Contato: analaux@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!