boitempo editorial

Ventos de Quaresma, de Leonardo Padura


ventos1

O detetive cubano Mario Conde é um personagem criado por Leonardo Padura, jornalista e escritor nascido em Havana, em 1955. Padura é o autor de uma série com esse policial, que inicialmente foi publicada no Brasil pela Companhia das Letras e que deve ser reeditada pela Boitempo Editorial, seu selo atual. Ele ainda é autor de “O Homem Que Amava os Cachorros”, romance (que não é policial) sobre Leon Trotski e seu assassino, o catalão Ramón Mercader, e esse talvez seja o livro de maior sucesso do autor no Brasil.

“Ventos de Quaresma” é o segundo romance policial da série, e foi originalmente publicado em 1994, pertencente a uma realidade cada vez mais distante dos ventos cubanos atuais. Aqui Conde deve descobrir quem matou uma jovem professora de química que leciona em uma escola de Havana, encontrada asfixiada no próprio apartamento ao lado de cigarros de maconha e álcool. Restam poucas pistas para os policiais, não há internet nem profundos recursos tecnológicos e ocorre que ninguém revela inconfidências sobre a vítima assim tão fácil. Isso dificulta o trabalho de Conde e do detetive Manolo, uma investigação tão complicada quanto a própria vida afetiva do detetive revela ser.

ST-ILbMcaAABHhDkLyyvM8vUKVYQD_T-Wpe1dtHXSUM=w949-h609-no

“Não faz mal. O amor alimenta…”

x
Mas quem é o detetive Mario Conde? Definindo em poucas palavras, é um homem galanteador, amante das mulheres e da vida noturna, beberrão e incrivelmente saudosista. Queria ter sido escritor, mas acabou virando policial. Tem um peixe chamado Rufino e uma vontade louca de achar uma alma gêmea. Os ventos de quaresma são também uma referência às mudanças que a vida operou na sua trajetória e dos amigos, uma lembrança das paixões que perdeu, dos caminhos que preferiu não seguir, das mulheres que deixou de amar. Quem sabe o que esses novos ventos trarão, senão tempos de renascimento?

É por isso que o livro é muito mais detetive e muito menos enigma, muito mais uma história que usa como desculpa o crime da professora para contar o que acontece na vida deste cubano que enxerga o mundo mudar diante de seus olhos, e que não vê os tempos e a juventude melhores que os do seu passado. Viver a solidão com Rufino, a nostalgia dos momentos, a fidelidade às amizades, a carência afetiva que praticamente toma conta do seu norte nos picos de fragilidade e as memórias da infância e suas simplicidades são a alma da história. E tem ainda as belas metáforas que Padura presenteia o leitor, nos transportando para a Havana dos anos 1990.

Leonardo Padura esteve no segundo semestre de 2015 no Brasil para promover seus livros (o literaturapolicial.com fez uma entrevista com ele na Feira do Livro de Canoas), e falou sobre a adaptação deste livro para o cinema. Se for bem adaptada, certamente será uma excelente versão para as telas e espero que chegue ao Brasil. Por enquanto, recomendo o livro!

x
Ficha técnica

ventos2Título: Ventos de Quaresma
Autor: Leonardo Padura
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 232
Este livro no Skoob

SINOPSE – Uma professora de química é assassinada em casa. Em meio à paixão por uma desconhecida, o tenente Mario Conde retorna ao cenário de sua adolescência para descobrir os vínculos da explosiva Lissette.

ana2

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s