youtube

VÍDEO | Em Águas Sombrias, de Paula Hawkins


CUIDADO COM O RIO – “Em Águas Sombrias” foi escrito pela Paula Hawkins, a mesma autora de A Garota no Trem, livro que vendeu 20 milhões de cópias no mundo. O mistério vai ser descobrir o que aconteceu com uma mulher que é encontrada morta em um rio numa cidade de interior da Inglaterra. Foi assassinato ou foi o suicídio?

O rio que a Paula Hawkins cria nesse livro é simbólico, porque ele vai trazer consigo um histórico de mortes misteriosas e trágicas, com outros casos de mulheres que escolheram aquele mesmo lugar pra se suicidar no passado e também num presente recente. É um lugar marcado por suicídios, onde até o ponto que essas mulheres perderam a vida tem um nome, chamado Poço dos Afogamentos.

x

“Não havia nada o que temer do lado de fora.
O perigo estava lá dentro.”

x

E tem também o fato de que no passado, era ali que a população da cidade sacrificava as mulheres que eram consideradas bruxas. Daí já dá pra começar a entender o porque do título ser Em Águas Sombrias. Muita coisa trágica e misteriosa aconteceu naquele rio, e sempre envolvendo mulheres e situações nebulosas.

Então o mistério vai rondar superficialmente o rio no início e depois, com mais profundamente, muitos casos de mulheres que morreram ali. Cada capítulo vai ser narrado sob a perspectiva de uma pessoa diferente e se intercalando, e aos poucos a gente vai descobrindo outras histórias que têm conexão com o mistério principal.

 

Aqui vão 6 considerações sobre Em Águas Sombrias:

Título: Em Águas Sombrias
Autora: Paula Hawkins
Tradução: Claudia Costa Guimarães
Editora: Record
Páginas: 364
Este livro no Skoob

SINOPSE – Cuidado com superfícies muito calmas, nunca se sabe o que pode haver embaixo delas. Da mesma autora do best-seller internacional A garota no trem. Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s