Nova edição de “Bom dia, Verônica?” revela identidade dos autores; veja fotos

* Atualizado em 04/09/2019

 

Uma nova edição do livro Bom Dia, Verônica?, de Andrea Killmore, foi lançada na Bienal do Rio deste ano. A novidade é que ela trouxe a identidade real da autora.

Andrea Killmore nada mais é do que a criação do escritor Raphael Montes a da criminóloga Ilana Casoy.  Os dois se uniram para ESCREVER um suspense a quatro mãos, lançado em 2016 pela Darkside Books. A resposta dos leitores foi positiva, mas ninguém imaginava tratar-se dessa dupla. A parceria se manteve secreta até este ano, quando Raphael e Ilana resolveram abrir o jogo para o público.

Inicialmente, o motivo para o pseudônimo foi justificado. Andrea Killmore seria um nome falso para preservar a autora por questões de segurança, já que ela teria trabalhado na polícia. Na resenha que publicamos sobre o livro em 2017, escrita por Yasmin Lahm, pode-se ler um pouco mais sobre os motivos para o anonimato.

O mistério teria sido descoberto, segundo o Estadão, a partir de uma leitora mais atenta que fez a conexão entre os autores e expôs seu comentário no Instagram. Com a revelação, a Darkside Books aproveita para lançar uma segunda edição do livro, desta vez com o nome dos autores na capa. Veja fotos e leia a sinopse completa no final do post.

 

FOTOS CEDIDAS PELA DARKSIDE BOOKS

 

Leia mais sobre a revelação da identidade no blog da Darkside Books

 

SOBRE O LIVRO

Título: Bom dia, Verônica?
Autores: Ilana Casoy e Raphael Montes
Páginas: 256
Editora: Darkside Books
Compre o livro

SINOPSE – Andrea Killmore faz sua estreia com um livro que está destinado a se tornar uma referência na literatura policial brasileira. Amiga íntima do perigo, ela é uma revelação que não pode ser revelada, e seu verdadeiro nome continua um mistério. Em outra vida, ela foi alguém importante dentro da polícia. Após trabalhar infiltrada em um caso e sofrer uma grande perda pessoal, viu-se obrigada a assumir uma nova identidade. E com ela, uma nova vocação. Assim nasceu Andrea Killmore. Em Bom dia, Verônica, acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Com sua habilidade e sua determinação, ela vê a oportunidade que sempre quis para mostrar sua competência investigativa e decide mergulhar sozinha nos dois casos. No entanto, essas investigações teoricamente simples se tornam verdadeiros redemoinhos e colocam Verônica diante do lado mais sombrio do homem, em que um mundo perverso e irreal precisa ser confrontado. Andrea Killmore compõe thrillers como os grandes mestres, e sua experiência de vida confere uma autenticidade que poucas vezes encontramos em suspenses policiais, vibrante e cruel ― como a realidade.

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx). Contato: analaux@gmail.com
Compartilhe aqui!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx). Contato: analaux@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!