serial killer

Como o rastreamento de DNA pode identificar o Assassino do Zodíaco


Por Ana Paula Laux – Com o avanço da tecnologia do DNA, casos considerados insolúveis vêm sendo reabertos nos Estados Unidos. É o exemplo do Assassino de Golden State, serial killer que matou doze pessoas e cometeu 51 estupros entre 1974 e 1986 e que foi identificado depois de 40 anos pela polícia. A associação foi feita através de provas de DNA e o assassino foi apontado como sendo Joseph De Angelo, um ex-policial californiano.

A partir de De Angelo, criou-se a expectativa de que outros crimes até então arquivados possam ser reabertos e esclarecidos com base no rastreamento de DNA. Entre eles está o caso do Assassino do Zodíaco, que matou pelo menos cinco pessoas no final da década de 1970 e que ficou conhecido por enviar cartas à imprensa e criptogramas praticamente indecifráveis (apenas um dos criptogramas foi decodificado usando-se o método de análise de frequência).
x

COMPRE AQUI – O Assassino do Zodíaco

De acordo com o Departamento de Polícia de Vallejo, cidadezinha no norte da Califórnia onde aconteceram os crimes, duas cartas escritas pelo Assassino do Zodíaco foram enviadas para análise de vestígios de DNA no papel. Outros objetos já haviam passado por análise antes mas sem sucesso, como um pedaço de corda usado para amarrar uma vítima e outras cartas. Com o avanço dos testes de identificação, a esperança em encontrar o assassino voltou.

Para identificar Joseph De Angelo, a polícia usou o DNA coletado em uma das cenas do crime e comparou com os dados de um site genealógico de código aberto, o ysearch, que deu o resultado positivo para um primo distante de DeAngelo. A partir dessa informação, foi construída uma árvore genealógica que levou até o suspeito.

Carta do assassino enviada à polícia (Fonte: Zodiackilla)

x

Talvez o caso mais notório não resolvido na cronologia criminal seja o de Jack, O Estripador, que matou pelo menos cinco mulheres no final do século 19 no bairro de Whitechapel, em Londres. Vários suspeitos já foram apontados como responsáveis pelos crimes, mas nunca se conseguiu uma prova fundamental que comprovasse a identidade do criminoso. Será que um dia essa verdade também será esclarecida?

[Fontes: The Press Democrat, CM Jornal – Imagem: Domínio Público]

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s