6 curiosidades sobre Arsène Lupin, o ladrão-cavalheiro

Arsène Lupin não pertence ao sindicato dos detetives, mas entrou para a história dos policiais como um dos personagens mais ilustres. Ele é um charmoso ladrão com alma justiceira, que intriga a polícia pela inteligência e ousadia.

Criado por Maurice Leblanc em 1905, tem como marca roubar apenas dos ricos e burgueses, daqueles que acumulam fortuna de maneira suspeita. As aventuras de Arsène Lupin se apoiam na lógica, raciocínio e dedução, elementos-chave das clássicas narrativas policiais. Descubra seis curiosidades sobre Lupin.

 

1. Estreia

A primeira história de Lupin apareceu no número 6 da revista Je Sais Tout, publicada no dia 15 de julho de 1905.

 

2. Herlock Sholmes

Sherlock Holmes foi citado em várias histórias de Leblanc. Nelas, o ladrão é desafiado por um tal Herlock Sholmes, citado como o melhor detetive de todos os tempos mas frequentemente derrotado pela astúcia de Lupin. Leblanc chegou a usar o nome do detetive londrino em alguns contos, mas Arthur Conan Doyle não achou graça nenhuma e o francês decidiu embaralhar as letras.

 

3. Museu Lupin

Imagem: https://bit.ly/2EuPHk7

A casa de campo de Maurice Leblanc, em Étretat, é hoje o museu Le Clos Arsène Lupin.

 

4. Uniforme

Lupin está sempre mudando de aparência, mas é geralmente associado a três peças de vestuário: cartola, monóculo e capa.

 

5. Os truques

O ladrão usava truques para se disfarçar como injeções de parafina para inchar a pele e suco de quelidônio para provocar o efeito de dermatose. Efeitos especiais do arco da velha.

 

6. Políticos sem humor

Originalmente, o sobrenome de Arsène era “Lopin”, mas teve que ser trocado após um político parisiense que era xará reclamar da estranha “coincidência”.


(Fonte: Os maiores detetives do mundo, Chris Lauxx)

Compartilhe aqui!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!