O FUNIL DE COURO | Você já sonhou com algo que aconteceu?

O FUNIL DE COURO | Você já sonhou com algo que aconteceu?

 

Você já sonhou com algo que realmente aconteceu? Em O Funil de Couro, Arthur Conan Doyle explora os sentidos misteriosos de nossos sonhos, e o que eles podem revelar sobre o passado.

O Funil de Couro é um conto místico do criador de Sherlock Holmes, e foi publicado em novembro de 1902, na revista McClure’s Magazine. É também uma das histórias presentes na coletânea O Doutor Negro, da Editora Bandeirola, cujo financiamento coletivo estamos apoiando no Catarse (clique aqui para mais informações sobre como apoiar). A edição tem tradução de Monteiro Lobato, e vem com treze contos clássicos de terror do famoso escritor escocês.

Ilustração original por André Castaigne, 1902. (Imagem: https://www.arthur-conan-doyle.com/index.php/The_Leather_Funnel)

 

Ilustração original de André Castaigne (Imagem: https://www.arthur-conan-doyle.com/index.php/The_Leather_Funnel)

 

A história é sobre um homem que visita seu amigo de longa data. Convidado para passar a noite na casa dele, como hóspede, ele dorme na biblioteca rodeado de livros. O dono da casa propõe um experimento ao amigo: que ele toque em um objeto de origem não revelada antes de dormir, e que tente descobrir algo sobre o objeto em seus sonhos. Será possível?

 

 

Neste conto, Arthur Conan Doyle faz uma viagem no tempo e resgata a história de um caso que chocou a França, tomando como inspiração a Marquesa de Brinvillliers. Ela viveu no século 17, e foi uma das primeiras mulheres que se tem notícia a cometer envenenamentos em série…

 

Apoie este projeto e nos ajude a transformar o livro em realidade

 

Veja o vídeo sobre o projeto