O Cavalariço da Providence, de Georges Simenon

Por Ana Paula Laux – “O Cavalariço da Providence” (Le Charretier de la Providence) é um romance policial clássico de George Simenon. A trama central é sobre o assassinato de Mary Lampson, uma bela mulher encontrada estrangulada misteriosamente em uma cocheira. O caso é investigado pelo comissário Maigret, e seus desdobramentos acontecem entre os canais franceses de Dizy e Vitry-le-François.

O livro é aclimatado num horizonte arenoso e pesado, de dias quase sempre chuvosos entre balsas, rebocadores e eclusas. Mary Lampson é uma mulher rica, e causa estranheza seu corpo ser encontrado num lugar tão incomum, ao lado de cinco cavalos e uma pilha de palha. No ambiente de balseiros e embarcações, Maigret precisa compreender as poucas pistas que encontra e que têm pouca conexão aparente com a história. Sua dúvida inicial é: como uma mulher usando vestido de seda, pérolas nas orelhas e sapatos de camurça foi parar em uma cocheira?

Partindo daí, a busca por suspeitos se concentra no marido da vítima – um coronel reformado do Exército que perpassa os canais a bordo do iate Southern Cross, bebendo e curtindo a vida, um marujo russo, um secretário e amante da vítima e a viúva de um deputado chileno. Todos são ocupantes do iate. Há ainda os balseiros de embarcações vizinhas, como a Providence e a Eco III, e potenciais suspeitos em terra.

 

 

O crime não tem motivo aparente e ninguém parece disposto a falar sobre o assunto. Sem respostas, Maigret ainda precisa interrogar suspeitos fora do seu ambiente de trabalho, no camarote de barcos, em cafeterias e no quarto do pequeno hotel onde se hospeda. Ele também persegue o itinerário das balsas em uma bicicleta alugada, tentando entender a reação das pessoas e traduzir seus silêncios. Suas desconfianças se confirmam após detalhes descobertos nos últimos capítulos, quando finalmente resolve o caso.

Uma curiosidade é que Simenon conheceu o vilarejo de Dizy em 1924, durante uma de suas primeiras viagens pela França com o pequeno barco “Le Ginette”. Ele escreveu a história no verão de 1930, e lançou o livro em março do ano seguinte. Veja mais curiosidades a seguir:

a) O vilarejo de Dizy fica a 140km a leste de Paris;
b) Será que Simenon faz uma homenagem a Edgar Allan Poe no livro? Uma das personagens chama-se “Marie Dupin” (referência ao detetive Auguste Dupin);
c) A história já foi adaptada para a TV em 1980, na série francesa “Les enquêtes du commissaire Maigret”, com Jean Richard no papel do Comissário Maigret.

 

star3

ScreenHunter_240 May. 16 15.11Título: O cavalariço da Providence
Autor: Georges Simenon
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 136
Ano: 2014
Este livro no Skoob

SINOPSE: Em O cavalariço da Providence, o comissário Maigret tenta desvendar o assassinato de Mary Lampson, uma senhora da sociedade cujo corpo é encontrado num estábulo próximo a um canal.

Compartilhe aqui!

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.