cinema

10 considerações sobre O Lar das Crianças Peculiares (com spoilers)


collage_lar

O Lar das Crianças Peculiares é uma adaptação do bestseller de Ransom Riggs, O Orfanato da Senhorita Peregrine para Crianças Peculiares. A história fantástica criada por Riggs fez um incrível sucesso entre os leitores – já fizemos uma resenha em vídeo, confira aqui! -, e virou uma série de livros publicados atualmente no Brasil pela editora Intrínseca.

O filme tem no elenco Eva Green, Asa Butterfield, Samuel Jackson, Judi Dench, entre outros, e foi dirigido por Tim Burton. Há muitos aspectos lindos e louváveis na adaptação, mas também várias mudanças em algumas partes cruciais da história.

Leia 10 considerações sobre o filme (texto COM SPOILERS).

 

1. A fotografia é linda
peculiares6

O mundo encantado do livro foi bem adaptado para o filme. Tim Burton é especialmente famoso por essa particularidade de criar mundos fantásticos no cinema, então os cenários são de tirar o fôlego.

 

2. Os vilões foram infantilizados
barrongif

Os acólitos e os etéreos, que são os vilões da história, são bem mais assustadores no livro. No filme, eles acabam virando uns vilões meio infantilizados e bobalhões, excessivamente engraçadinhos, sabe? Aquela aura bizarra que Riggs cria em torno desses personagens meio que morre nessa adaptação de Burton.

 

3. Eva Green convence
eva

Embora ela tenha um perfil muito diferente daquele sugerido por Riggs no livro, Eva Green está muito bem no papel da Senhorita Peregrine. Green fica meio caricata em alguns momentos, – quando segura desajeitadamente o cachimbo sherlockiano, ou ao esboçar sorrisos meio plásticos -, e ela é certamente mais bonita do que a personagem no livro, mas sua presença é hipnotizante.

 

4. As peculiaridades de Emma e Olive foram trocadas
collage_lar2

Bem, eu já tinha percebido esse “detalhe” no trailer. Emma é o amor de Jacob, protagonista da história, e a peculiaridade dela no livro é conseguir controlar o fogo. Só que no filme a habilidade de Emma é trocada pelo poder de controlar o ar (ela levita, ela aspira ou despeja quantidades absurdas de ar), e quem fica com a habilidade do fogo é a Olive. Eu vi que muita gente detestou essa mudança feita por Tim Burton, mas particularmente isso não me incomodou tanto (ok, podem jogar os tomates). A princípio, não vejo tanto problema em mudanças desde que elas sejam explicadas ou que não interfiram na “essência” do filme, digamos assim. Então achei que não interferiu TANTO na história, sério gente, o filme rolou pra mim mesmo com as habilidades trocadas. Só achei que a atriz que fez a Emma, a Ella Purnell, é muito mas muuuuito magrinha. Será que não rolava um lanchinho no set de filmagem?

 

5. O final parece um clip do Oingo Boingo
giphy_oingo

Sinceramente? Detestei o final do filme. Tim Burton não fez mudanças cosméticas mas criou uma realidade completamente diferente daquela no livro, e eu não consegui entender porquê. A batalha final entre as crianças peculiares e os etéreos parecia uma versão 1.6 de um clipe do Oingo Boingo com os esqueletos pulando pra lá e pra cá, e o humor estava errado, apenas errado. No, thanx.

 

6. Desmataram o avô Abe
stamp

É isso mesmo. Originalmente, o avô Abe (feito lindamente no filme pelo Terence Stamp, o eterno General Zod) morre ao ser atacado por um dos monstros logo no começo do livro, e Jacob parte em busca do orfanato para descobrir mais sobre o passado do avô, que ele tanto amava, e sobre as crianças das fotos e de certa forma lidar e aceitar a morte do avô. No filme, a fenda é fechada depois de um ataque aéreo e isso interfere nos eventos futuros literalmente mudando a história, e uma das mudanças é relativa ao próprio Abe, que acaba não sendo mais morto por Barron e se reencontra com o neto no final da história. Por que, oh my Lord? Pra agradar as criancinhas? Isso por acaso acontece na continuação da série? Tem alguma explicação que eu não saquei?

 

7. Alguns efeitos são deslumbrantes
giphy_emma

O barco que emerge do fundo do oceano, a transformação fantástica da Senhorita Peregrine, o orfanato mágico escondido na ilha, os aviões e o relógio que volta o tempo, é tudo muito lindo e bem feito. Eu já disse isso, né? Queria dizer de novo! Se tem uma coisa que Tim Burton sabe criar é filme com efeitos visuais fodísticos.

 

8. Samuel L. Jackson rouba a cena
samuel

Não tem pra ninguém! Apesar de fazer um vilão infantilizado, como citei lá em cima, Samuel L. Jackson é muito carismático e eu não consigo resistir. Quando ele aparece como o vilão Barron simplesmente rouba a cena e tem até espaço pra improvisar, como quando assusta as crianças ao levar a Srta. Peregrine embora para a prisão das Ymbrynes, ou quando debocha de Emma dizendo que ela precisa de uma bala de menta enquanto a heroína tenta detê-lo com um supersopro bafento.

 

9. As crianças parecem mini X-Men
giphy-6

No filme, as crianças mostram mais os seus poderes individuais, afinal de contas elas precisam derrotar os etéreos e fazem isso juntas, como parte das cenas criadas exclusivamente para o filme. Elas podiam facilmente ser confundidas com X-Men Kids (tipo a Eleven de Stranger Things). É divertido e as cenas estão legais, embora essa parte da história seja diferente da original no livro.

 

10. Se você não leu o livro, vai gostar do filme
miss-peregrine

É praticamente impossível não comparar as duas versões – a do livro e a do filme – mas se você ainda não leu o livro, é fã dos filmes de Tim Burton ou de histórias com ação e fantasia, meu palpite é que vai curtir o filme. Como eu disse, Burton conseguiu captar o ritmo da história, a direção de arte está muito bonita e as crianças escolhidas para os papeis de peculiares também estão ótimas, principalmente Finlay MacMillan como Enoch.

 

E você, o que você achou do filme? Deixe seu comentário aí pra gente saber!

(Imagens: Divulgação)

ana2

Anúncios

8 replies »

  1. Eu li o livro e gostei do filme mas prefiro o livro. Não sei qual foi o propósito de mudar o final do filme e trazer o Abe de volta e ainda deixar a Srta. Peregrine na forma humana. Me pergunto se haverá um segundo filme baseado no livro 2…
    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

  2. O Abe retornar não está nos livros, ele morre e ponto. Ele só é lembrado de vez em quado pela Emma e pelo Jacob, mais nada. O filme deve ser lindo (por conta das imagens, afinal é Tim Burton), mas essas trocas, pra quem leu a trilogia como eu, sei não hein… As personagens são tão ricas.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Não conheço o livro, mas – baseado no que foi dito – tive a impressão que amaciaram o filme pelas criancinhas. Muita coisa foi bastante assustadora pra eles, os monstros e as mortes e os olhos. Por boa parte do filme, eles se esconderam atrás de mim. rs Mas o final (que você não gostou) aliviou bastante a tensão. Aprovei o filme, bonito e tenso, o mais próximo de um filme de terror pra guris – apesar de um pouco confuso. Também preferi a troca dos poderes das moças. Desculpa aí, “fogo” é clichê demais. Acho que vou arriscar uma espiadela no livro. Abs

    Curtido por 1 pessoa

  4. Só não entendi, como o Abe volta a ser jovem e acha eles na nova fenda??? E ele voltou pra ficar com a menina? Então na realidade o Jake nunca existiu? Não entendi essa linhagem do tempo aí no final…

    Curtir

  5. Estou lendo o segundo livro da série e estou um pouco confusa com essa troca de poderes entre Emma e Olive, lemos o livro com toda a expectativa para assistir o filme o exatamente no segundo as coisas não estão se encaixando.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s