MARCOS REY | 10 curiosidades sobre a vida e obra do autor

Que tal compartilhar?

 

Marcos Rey ficou conhecido por uma geração de leitores como um dos grandes nomes da Coleção Vagalume, série de livros que fez muito sucesso dos anos 1970 a 2000.

Dentre suas histórias mais populares estão Enigma na Televisão, O Mistério do 5 Estrelas, Um Cadáver Ouve Rádio, O Rapto do Garoto de Ouro. Quem nunca ouvi falar nestes clássicos?

Além de escrever para o público infanto-juvenil, Rey também foi roteirista de cinema e teve sua obra adaptada para a televisão. Ele morreu em 1º de abril de 1999, aos 74 anos.

Conheça abaixo 10 curiosidades sobre a vida e carreira de Marcos Rey.

Encontre livros e e-books de Marcos Rey

 

Pseudônimo

Nascido em 17 de fevereiro de 1925, seu verdadeiro nome era Edmundo Donato.

 

Leitura

Suas leituras mais frequentes na infância eram histórias em quadrinhos, Mark Twain e a Bíblia.

 

Influência

Seu pai foi um dos pioneiros da encadernação, o que levou Rey a conhecer autores que admirava como Monteiro Lobato, Menotti del Picchia e Orígenes Lessa.

 

Estreia

Publicou o primeiro conto, Ninguém entende Wiu-Li, em 1942, no jornal Folha da Manhã. O conto foi ilustrado pelo cartunista Belmonte. Rey tinha apenas 16 anos.

 

Primeiro livro

“Um Gato no Triângulo” foi o nome do primeiro livro, lançado em 1953.

 

Editora

1958 foi o ano em que fundou uma editora, a Mauá, ao lado do irmão Mário Donato. Apesar do negócio não ter dado muito certo, foi lá que conheceu a futura esposa, Palma Bevilacqua.

(* Imagem: Cartão de Visita)

 

Sucesso

Marcou a literatura no Brasil principalmente pelos livros dedicados ao público infanto-juvenil, que venderam mais de 5 milhões de exemplares. Dentre seus maiores sucessos, estão Enigma na Televisão, O Mistério do 5 Estrelas, Um Cadáver Ouve Rádio, O Rapto do Menino de Ouro.

 

São Paulo

Era apaixonado pela cidade, que foi a protagonista de várias histórias. Segundo Rey, a capital o lembrava um palco giratório, “sempre múltipla e diversificada.”

 

Carreira

Na carreira, trabalhou como escritor, roteirista de TV, colunista, roteirista de rádio, publicitário. Na televisão, escreveu em 1955 a primeira minissérie brasileira, “Os Tigres”, transmitida pela TV Excelsior. Adaptou ainda A Moreninha e O Sítio do Picapau Amarelo, além de seu livro Memórias de um Gigolô (1986), com Lauro Corona e Bruna Lombardi.

 

Premiado

Foi reconhecido com os Prêmios Jabuti (1994) e Troféu Juca Pato (1996), além de se tornar membro da Academia Paulista de Letras em 1986.

 

SOBRE O LIVRO

Título: O caso do filho do encadernador
Autor: Marcos Rey
Páginas: 128
Editora: Global
Compre o livro/e-book

SINOPSE – Falar de si próprio com habilidade e desapego e sem presunção pode ser um desafio, para muitos, intransponível. Não para Marcos Rey. Neste “O caso do filho do encadernador”, ele revela, sem pestanejar, as escolhas que tomou ao longo de sua vida e que o levaram ao lugar de destaque que alcançou na literatura brasileira.  Este relato autobiográfico de Marcos Rey não deixa de ser uma viagem pelos caminhos e descaminhos do Brasil. Rememorando as leituras que mais fizeram sua cabeça e os recantos mais escondidos de São Paulo, cidade em que fez sua vida e pela qual se apaixonou, o escritor manifesta suas opiniões sobre assuntos importantes, como o desenvolvimento do rádio no país e as agruras vividas pela sociedade brasileira durante os anos de chumbo, tudo em meio às histórias que vivenciou, sempre narradas de forma saborosa e perspicaz. Neste livro, este filho de encadernador une, com particular talento, as páginas emocionantes de sua vida, uma trajetória pautada pela criatividade, ousadia e paixão pela leitura.

 

(Fontes: Tiro de Letras, Folha de São Paulo, Wikipedia, Cartão de Visita, )

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx). Contato: analaux@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!