Em “Separados”, todas as estradas escondem perigos

Em “Separados”, todas as estradas escondem perigos

 

Por Rogério Christofoletti – Não espere menos que um roteiro cinematográfico em “Separados”, HQ de terror assinada por Scott Snyder, Scotti Tuft e Attila Futaki, recém-lançada pela DarkiSide Books. Afinal, um dos autores, o segundo Scott, vem do mundo das telonas e costurou a história por anos com seu xará até chegar a um resultado cheio de ritmo e bem temperado pelo horror.

Embora tenha sido sua estreia, seu parceiro estava longe de ser um iniciante: no portfólio, acumulava tramas para “Vampiro Americano” e “Monstro do Pântano”, e alguns prêmios, entre eles os prestigiados Harvey e Eisner…

Dos medos mais profundos dos Scotts, vieram contos sobre viajantes e os perigos das estradas. Aí, esculpiram um personagem de 12 anos que atravessa alguns estados americanos em busca do pai misterioso, que ele só conhece por cartas. Estamos em 1916 e as cidades mal se iluminam com as recém-chegadas lâmpadas elétricas. Vagabundos se espremem nas esquinas para aplicar seus golpes e, quem sabe, cortar as gargantas dos desavisados. Mas existem outras ameaças, mais famintas, mais antigas e insidiosas…

O sonhador Jack só quer encontrar o pai músico e, com ele, fazer duetos em shows improvisados em cada cidade que encontrarem. Mas sua ingenuidade é a fresta necessária para atrair todo tipo de companhia.

Abordando temas profundos como abandono e desespero, “Separados” é um drama familiar respingado de sangue e violência. O traço do húngaro Futaki é consistente e parte do peso de suas páginas vem das cores sombrias do francês Greg Guilhaumond.

O resultado é uma HQ de jornada pessoal que poderia ser convertida facilmente em um road movie. Mas não qualquer filme. Afinal, nem todas as viagens te trazem algo; algumas até tiram…

 

 

SOBRE O LIVRO

Título: Separados
Autores: Scott Snyder, Scott Tuft, Attila Futaki, Greg Guilhaumond
Tradução: Dandara Palankof
Páginas: 192
Editora: Darkside Books
Compre o livro

SINOPSE – Aos 12 anos, Jack Garron foge de casa para procurar pelo pai biológico, um menestrel rebelde que o abandonou logo após o nascimento. Junto de Sam, que conhece no mesmo trem em que subiu ilegalmente para fugir da pequena Jamestown, rumam para Chicago. O ano é 1916, mesma época em que um homem assombra as estradas; um homem de dentes afiados e muita fome, que atravessa o caminho da dupla. Anos antes de assustar os leitores ao lado de Jock com Wytches (DarkSide® Books, 2017), o premiado escritor Scott Snyder (Batman, Vampiro Americano) desbravou o universo do horror com Separados, publicado originalmente pela Image Comics em 2013. Em trabalho com o corroteirista Scott Tufts (Monstro do Pântano) e a arte de Attila Futaki (da adaptação de Percy Jackson para os quadrinhos), o trio mergulhou nos Estados Unidos da década de 1910, quando o país começava a acelerar a industrialização, mas ainda era, em grande parte, rural, distante e indomável. Um excelente cenário para uma história em quadrinhos de horror. O roteiro de Snyder e Tufts consegue recriar a atmosfera da América de um século atrás, um país difícil de reconhecer quando olhamos para o país de hoje. Naquela época, a agitação cada vez maior nas ruas das cidades contrastava à aparente paz e beleza de um país continental que parecia intocado pelo progresso. A arte detalhista de Futaki nos leva a passear nessa América profunda, sombria e perdida a cada página. O seu uso dos jogos de luz e sombra produz uma crescente tensão visual, deixando o clima de suspense tomar o leitor. O antagonista da história, esse homem que assombra as estradas, é uma figura recorrente das histórias norte-americanas de horror daquela época. Aqui, nos deparamos com alguém de sede de sangue insaciável, ao mesmo tempo em que parece atravessar os séculos em busca das vítimas. Singular, Separados nos revela como as promessas do sonho americano podem rapidamente se transformar em um pesadelo que nos entrega tudo aquilo que não gostaríamos de enfrentar. A DarkSide® Graphic Novel é uma expansão do universo sombrio e fantástico da editora, lar de Charles Burns, autor de Black Hole e Big Baby, e de quadrinistas de renome como Dave McKean, Nagabe, Junji Ito, Kate Evans, Emily Carrol, Danilo Beyruth, Bernie Wrightson, Derf Backderf (de Meu Amigo Dahmer), entre outros. Se você é fanático pela arte sequencial, prepare-se para se surpreender novamente com sua velha paixão. Os que não têm o hábito de ler hqs, não vão se arrepender. Quem aposta no escuro com a DarkSide® costuma virar fã.