10 motivos para amar Agatha Christie

Quantas vezes você conseguiu descobrir o culpado em um livro de Agatha Christie? E quantas vezes conseguiu explicar os motivos? Difícil, não é mesmo? Esse era um dom de Agatha, criar histórias de mistério bem sacadas, de tramas inteligentes, com pistas estratégicas e finais genialmente inusitados.

Nascida em 15 de setembro de 1890 em Torquay, Inglaterra, Agatha é tão importante para a literatura policial que até hoje é conhecida como Rainha do Crime. Seus livros seduzem um amplo leque de leitores, divididos em diferentes gerações e partes do mundo. Passados 38 anos de sua morte, as histórias do detetive Hercule Poirot e da velhinha esperta Miss Marple mantêm um toque atual e desafiador. Confira a seguir 10 razões (mas poderiam ser 1000!) para adorar a eterna Rainha do Crime.

 
1. “Ó, Agatha! Você é incapaz de escrever um romance policial!
styles

Diante do desafio feito pela própria irmã, a jovem respondeu criando O Misterioso Caso de Styles, livro em que apresenta o detetive Hercule Poirot. Nada mal para uma estreia.

 

2. A Palmirinha dos policiais
agatha_cozinha

Sua imagem é associada à senhorinha frágil e inocente (praticamente uma Palmirinha dos policiais), que passava os dias sentada diante da máquina de escrever imaginando maneiras sutis de matar personagens. Bom não mexer com ela.

 

3. Os mais traduzidos
agatha_livros

Seus netos e bisnetos têm um legado garantido. Os livros de Agatha são os mais traduzidos do planeta! 4 bilhões de cópias, com títulos em mais de 100 idiomas. Isso é que é poder.

 

4. A volta por cima
christie3

Em 1926, Agatha descobriu que estava sendo traída por Archibald Christie, seu primeiro marido. Depois de um polêmico desaparecimento e divórcio, ela deu a volta por cima e conheceu o arqueólogo Max Mallowan. Os dois se casaram em 1930, e viveram juntos e felizes por 46 anos, até a morte da escritora.

 

5. Bom humor sempre
agatha_rindo

O humor fino, aliado à variedade de maneiras que ela encontrava para assassinar personagens, são os diferenciais de suas histórias.

 

6. A Ratoeira
mousetrap

Shakespeare? Beckett? Nada disso! Cabe a Agatha Christie o recorde para a peça de teatro encenada há mais tempo na história. A Ratoeira, um suspense que estrelou nos palcos em 1952, em Londres, já teve mais de 25 mil apresentações.

 

7. Detetives irresistíveis
detetives

Seus detetives são tão queridos que podiam até existir de verdade! Uma velhinha de interior sempre metida em crimes e um detetive tão genial quanto vaidoso, constantemente preocupado com as dobras de seu bigode.

 

8. Um banho de criatividade
ariadne

Christie adorava tomar banhos de banheira. Tanto que inventava ideias de enredo imersa na sua, mastigando maçãs. Será que foi lá que ela criou Ariadne Oliver?

 

9. Diva do surf
agatha_surf

Em 1922, ela foi uma das primeiras inglesas a fazer stand-up surf, ou seja, surfar em pé na prancha. O esporte é uma prática antiga de origem havaiana.

 

10. No New York Times
poirot+nyt

Poirot era tão popular que, quando ela o matou no livro Cai o Pano, seu obituário apareceu no New York Times.

(Imagens: Telegraph, Freewebs, divulgação)

 

 

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

5 comentários em “10 motivos para amar Agatha Christie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *